Sábado, 20 de janeiro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Em recuperação judicial, Renuka vai leiloar usina por R$ 700 milhões  

16/11/2016 - O grupo sucroalcooleiro Renuka do Brasil, controlado pela companhia indiana Shree Renuka e em recuperação judicial desde outubro do ano passado, vai colocar em leilão sua usina de açúcar e etanol na cidade de Promissão (interior de São Paulo), apurou o `Estado´. As ofertas deverão ser apresentadas até 19 de dezembro e preveem lance mínimo de R$ 700 milhões, conforme edital publicado na semana passada.

A decisão de leiloar uma das duas usinas do grupo, aprovada pelos atuais administradores da companhia, foi exigência dos credores, entre eles os bancos Itaú, Bradesco, BNDES, além de fornecedores. O grupo, que está em dificuldades financeiras, acumula dívida de cerca de R$ 2,4 bilhões. Segundo fontes, a expectativa é de que a usina de açúcar e etanol Mandhu, como é conhecida a unidade de Promissão, tenha capacidade de atrair investidores, pois possui também uma unidade do cogeração de energia a partir do bagaço de cana.

Controlada pelo grupo indiano Shree Renuka desde 2009, a Renuka do Brasil não consegue honrar suas dívidas com fornecedores de cana e bancos há mais de um ano. Diante das dificuldades, as conversas para a venda de uma das unidades do grupo ganharam mais força nos últimos seis meses.

Essa operação é considerada uma alienação de Unidade Produtora Isolada (UPI), o que em um processo de recuperação judicial permite que o comprador possa adquirir o ativo sem assumir débitos fiscais e trabalhistas, explicou uma fonte.

A consultoria Galeazzi & Associados é responsável pelo processo de reestruturação do grupo Renuka no País.

Próximos passos. O leilão da unidade Mandhu convocado para 19 de dezembro busca atrair um comprador que faça um lance mínimo de R$ 700 milhões. Caso não atraia um investidor para disposto a desembolsar este total no primeiro leilão, outra oferta deverá ser realizada em um segundo leilão, até 23 de janeiro de 2017.

Se ainda assim o valor mínimo não bater o mínimo esperado, os controladores indianos terão de se desfazer de sua participação acionária na segunda unidade produtora do grupo, a Revati, localizada em Brejo Alegre, também no interior de São Paulo, informaram fontes ao Estado.

A unidade Mandhu é considerada a melhor usina do grupo e tem capacidade para moer 6 milhões de toneladas por ano. A outra unidade tem capacidade de 4 milhões de toneladas.

Onda de investimentos. Estimulada pela expansão do setor sucroalcooleiro no Brasil, a Shree Renuka, que era uma das maiores produtoras de açúcar do mundo no início dos anos 2000, entrou no Brasil com a expectativa de avançar no País, o maior produtor global da commodity.

O grupo indiano tem quatro usinas no Brasil, sendo duas em São Paulo e outras duas no Paraná. Todas estão em recuperação judicial. No entanto, há dois processo distintos de recuperação em andamento - um para as unidades de São Paulo e outro para as unidades do Paraná.

São processos diferentes porque a Renuka do Brasil tem cerca de 60% de fatia nas unidades de São Paulo. Os 40% restantes estão nas mãos de acionistas da Equipav, grupo que atua em construção e é o fundador das duas usinas paulistas. Já as unidades no Paraná são 100% controladas pelos indianos.

Os planos de expansão dos indianos foram frustrados no Brasil com a crise que se abateu sobre o setor sucroalcooleiro. A operação ficou insustentável no ano passado, quando o grupo entrou com pedido de recuperação judicial na Justiça de São Paulo.

Procurados, o grupo Shree Renuka na Índia, Renuka do Brasil e Galeazzi não retornaram os pedidos de entrevista.

Mônica Scaramuzzo
Fonte: O Estado de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/01/18 - Afetada por chuvas e geada, safra de cana 17/18 em MS deve ser no mesmo patamar da anterior, diz
  Biosul
  - Esqueça petróleo: Sauditas miram energia renovável na Am. Latina
  - Produção de açúcar da Índia faz preços da commodity caírem em Nova York
  - Preços do etanol no Brasil em alta abrem janela para importação dos EUA
  - Liquidações financeiras de energia nuclear e cotas somam R$ 839,5 mi, diz CCEE
  - Disponibilidade de turbinas de Itaipu chegou a 97,10% em 2017
  - Índice de investimentos de empresas caiu 0,7% de outubro para novembro, diz Ipea
  - Arábia Saudita eleva exportação de refinados para compensar cortes em petróleo
  - Indústria de açúcar da Índia eleva estimativa de produção em 4%, para 26,1 mi t
18/01/18 - Produtor reage à isenção do etanol americano
  - ISMA eleva previsão de safra 2017/18 para 26,1 mi/t (+4% ante projeção anterior)
  - Agricultura: Maggi só reverá tarifa sobre etanol se estudo mostrar que medida não se justifica
  - Açúcar e fruta alavancaram o agronegócio em Pernambuco
  - Açúcar: preços seguem em queda no mercado externo e interno
16/01/18 - Em relatório especial, INTL FCStone analisa mercado de commodities em 2018
  - Superavit de US$ 81,86 bilhões do agronegócio foi o segundo maior da história
10/01/18 - Usina para fabricação de etanol de milho em Sinop começará a ser construída em abril
09/01/18 - Lei do Bem: um caminho para ganhar eficiência e potencializar os benefícios do RenovaBio
08/01/18 - Setor sucroenergético é destaque nas exportações mineiras com 16,5% de participação no agronegócio
05/01/18 - Com 14% de reforma em rotação com soja e uso de tecnologia, CanaCampo reflete parceria mais rentável
  com Usina Coruripe
  - Raízen deve ficar com ativos da Shell na Argentina por US$ 1 bi
04/01/18 - Mario Lorencatto assumirá presidência da usina Coruripe em 1º de fevereiro
  - Cade aprova joint venture entre Copersucar e BP para operar terminal de etanol em SP
04/07/17 - Renuka começa a pagar créditos trabalhistas e fornecedores no dia 5, diz fonte
03/07/17 - Usina da região é atingida por incêndio
02/05/17 - Assembleia de credores da Renuka não é instalada por falta de quórum
20/12/16 - Primeiro leilão de usina do grupo Renuka termina sem comprador
18/10/16 - Novo CEO da Renuka assume desafio de sanear grupo e cumprir compromissos com credores
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Em recuperação judicial, Renuka vai leiloar usina por R$ 700 milhões
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/