Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Fórum de Articulistas Aumentar a letra    Diminuir a letra
RenovaBio, crescimento com descarbonização  

01/12/2017 - Uma forma de ampliar a produção e o uso dos biocombustíveis, com maior eficiência e custo mais baixo ao consumidor, será criada a partir da nova Política Nacional de Biocombustíveis, chamada RenovaBio, que se transformou no Projeto de Lei 9086/17 em análise para aprovação no Congresso Nacional.

A discussão do RenovaBio, durante todo este ano, contou com a participação histórica de todos os elos da cadeia como produtores, entidades de pesquisa e diversas áreas governamentais. O objetivo do programa, além de valorizar os biocombustíveis nacionais, prevê segurança energética, maior geração de empregos e renda, melhoria da qualidade do ar nas grandes metrópoles e incentivos à inovação tecnológica. Tudo isso a partir da meta de descarbonização da matriz de transporte brasileira, de acordo com os compromissos assumidos no acordo climático de Paris.

Com a expansão da oferta e do uso de biocombustíveis, são esperados mais de R$ 1,4 trilhão de investimentos, geração de 1,4 milhão de novos empregos, com uma economia na importação de gasolina e diesel da ordem de 300 bilhões de litros até 2030. O programa tem um potencial de redução de mais de 847 mil toneladas de CO2, equivalente ao plantio de mais de 6 bilhões de árvores.

Apesar dos grandes problemas econômicos, políticos e sociais enfrentados, o Brasil é um dos países que mais se encontra em condições de implementar programas de aumento do uso das energias renováveis no transporte, devido à diversidade de produção.

Uma longa etapa ainda está por vir, pois, após aprovado pelo Congresso Nacional, o RenovaBio ainda dependerá de regulamentação. Mas o país contará com uma política nacional planejada e consistente, para os próximos anos, beneficiando toda a sociedade. Minas e o Brasil têm muito a ganhar com o RenovaBio.

*Artigo originalmente publicado pelo jornal Tudo BH, na primeira semana de Dezembro.

Mário Campos Filho
Presidente do Siamig - Associação das Indústrias Sucroenergéticas de MG
Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, não representando,
necessariamente, a opinião e os valores defendidos pela UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
14/12/17 - Procura por etanol cresce 48% em outubro em comparação com 2016
  - Temperaturas anormais causam falha em programa que colhe dados do clima
  - Produção de etanol nos EUA diminui 1,7% na semana
  - Cana-de-açúcar: produção superou expectativas
  - Açúcar: preços fecham mistos no mercado futuro em Nova York e Londres
  - Sindaçúcar-PE divulga parcial da safra de cana em Pernambuco
  - Comissão mista deve votar nesta quinta MP que aumenta prazo para investimentos em rodovias
  - Argentina fixa em 8% os direitos de exportação para o biodiesel; medida pode ser tentativa de
  retomar negócios com EUA
  - Governo sobe para 1,1% estimativa oficial de alta do PIB neste ano e vê expansão de 3% em 2018
13/12/17 - Paranaguá recebe Maggi para comemorar 50 milhões de t movimentadas em 2017
  - RenovaBio é aprovado pelo Senado Federal
  - Biodiesel eleva moagem de soja para 43 milhões de toneladas em 2018
  - Indústria de biocombustível do Brasil vê impulso com aprovação de programa RenovaBio
  - Sifaeg e Fórum Nacional Sucroenergético comentam aprovação do RenovaBio
  - 58º Leilão de Biodiesel da ANP negocia 713,3 milhões de litros
  - Setor sucroenergético celebra aprovação do RenovaBio
12/12/17 - "Produção de biocombustíveis precisa de previsibilidade", diz Simone Tebet durante aprovação do
  RenovaBio na CAE
30/11/17 - Esalq assina parceria com a UDOP
28/11/17 - Parceria UDOP e Esalq/USP deve fomentar e dar maior divulgação às pesquisas voltadas para o setor
  - RenovaBio é incentivo aos biocombustíveis e à sustentabilidade, diz Petrobras
27/11/17 - Inovação marca participação do CTBE no Congresso de Bioenergia da UDOP
24/11/17 - Bayer destaca tecnologias para o ganho industrial no Congresso Nacional de Bioenergia
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
RenovaBio, crescimento com descarbonização
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/