Terça-feira, 23 de outubro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Cana-de-açúcar Aumentar a letra    Diminuir a letra
Biosev vê centro-sul com produção máxima de etanol em 18/19 e queda em açúcar  

14/02/2018 - As usinas do centro-sul do Brasil devem maximizar a produção de etanol na safra 2018/19, que se inicia em abril, acarretando em queda de até 5 milhões de toneladas na oferta de açúcar pela região, avaliou nesta sexta-feira o presidente do segundo maior processador de cana do mundo.

O etanol vem se mostrando atrativo para as empresas do segmento desde meados do ano passado, na esteira de altas tributárias maiores para a gasolina, seu concorrente direto, e de uma nova política de formação de preços da Petrobras, que contribuiu para as cotações do derivado de petróleo registrarem sucessivos recordes nominais nos postos.

"As condições atuais do mercado indicam que a safra de cana 2018/19 no centro-sul do Brasil será alcooleira ao máximo. Na busca por rentabilidade, as usinas devem produzir o máximo que puderem de etanol", afirmou à Reuters Rui Chammas, presidente da Biosev, braço sucroenergético da Louis Dreyfus Company (LDC).

Para ele, as "condições" que justificam esse cenário são "o preço de energia mundial, no caso o petróleo, e a demanda robusta por combustíveis no Brasil".

Com efeito, as referências internacionais do petróleo se fortaleceram após um acordo liderado pela Opep e aliados para cortar a oferta excedente da commodity. Já a demanda por combustíveis no Brasil vem se mostrando mais forte graças à recuperação econômica do país.

O executivo, entretanto, não inclui nessa perspectiva a nova Política Nacional de Biocombustíveis, o RenovaBio, destacando que o programa ainda precisa ser plenamente regulamentado para ter um efeito mais incisivo sobre a demanda por etanol.

"O RenovaBio é fantástico, mas ainda não o incluo. Precisa ser regulamentado, saber como os CBios (créditos de descarbonização) serão negociados..."

Sancionada no fim de 2017, a lei do RenovaBio deve ter sua regulamentação apresentada até junho.


Menos açúcar


A maior alocação de cana para a produção de etanol poderá levar a fabricação de açúcar a cair "de 4 (milhões) a 5 milhões de toneladas" na safra que se inicia em abril no centro-sul.

Para a temporada vigente, a previsão de produção do adoçante é de cerca de 35 milhões de toneladas.

A redução na oferta de açúcar da principal região produtora do maior exportador global da commodity terá efeito positivo sobre os preços internacionais, disse Chammas.

Segunda maior processadora de cana do mundo, a Biosev reportou prejuízo líquido de 279 milhões de reais no terceiro trimestre da safra 2018/19, equivalente ao quarto do ano civil. Em igual momento do ciclo anterior, havia reportado lucro líquido de 43 milhões de reais.

A moagem de cana pelas usinas da companhia caiu 18,7 por cento no trimestre, para 6,4 milhões de toneladas.

09/02/18
José Roberto Gomes

Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
22/10/18 - Como Será o Consumo dos Estoques de Hidratado?
  - Desembolso para programa de renovação de canaviais despenca, mas BNDES vê melhora
  - Como o agronegócio vence a crise?
  - Superávit do agronegócio paulista atinge US$ 8,9 bi no acumulado do ano
  - Faturamento do setor de máquinas agrícolas deve crescer 15% neste ano
  - Agropecuária contribui para o Brasil cumprir metas climáticas
  - Etanol: hidratado cai 0,45% e anidro sobe 3,17% nas usinas paulistas
  - Crédito do BNDES a canaviais tem recuo
  - Superávit da balança na 3ª semana de outubro foi de US$ 1,408 bilhão
  - Quando a maré sobe é que se nota quem sabe nadar
  - Portugal intercederá junto à UE para destravar comércio com Brasil
  - "Falta para o Brasil uma agenda voltada para a produtividade"
  - Dólar volta a fechar abaixo de R$ 3,70, de olho nas eleições e no exterior
  - Brasil lança na OMC disputa contra China por restrições às importações de açúcar
  - Açúcar sobe 412 pontos em 30 dias, em NY
  - Datagro agora vê déficit global de açúcar na safra 2018/19
19/10/18 - Cientistas e até agro criticam saída do Acordo de Paris
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Biosev vê centro-sul com produção máxima de etanol em 18/19 e queda em açúcar
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário UDOP de Inovação
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/