Segunda-feira, 20 de agosto de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Novo plano de recuperação da Renuka será alinhado com Castlelake e BNDES, dizem fontes  

28/03/2018 - A Renuka do Brasil deve protocolar na Justiça ainda nesta semana um novo plano de recuperação já alinhado com a gestora norte-americana Castlelake, interessada na compra da usina de cana Revati, em Brejo Alegre (SP), e também com o BNDES, que vetou anteriormente um leilão do ativo, disseram à Reuters duas fontes a par do assunto.

Após aprovado pela Justiça, o plano deve ser levado a uma assembleia de credores previsto para o fim de abril ou início de maio, afirmou uma das fontes, com conhecimento direto do assunto, que pediu para ficar no anonimato.

A pessoa disse acreditar que os credores, sem grandes alternativas para um acordo, tendem a aceitar a proposta da Castlelake, que prevê assumir dívidas da Renuka de quase 3 bilhões de reais com um desconto de 81 por cento. O restante do passivo seria pago em 11 anos.

A outra fonte destacou, sem elaborar, que o plano deve ser estruturado de modo a evitar contestações por parte do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), titular de garantias hipotecárias.

A Renuka do Brasil entrou em recuperação judicial em outubro de 2015 e, neste processo, tentou leiloar no início de 2017 uma de suas usinas, a Madhu, em Promissão (SP). Mas o BNDES pediu a suspensão do certame, algo que voltou a ocorrer em setembro, com a Revati.

Com a Castlelake, porém, a Renuka do Brasil poderia buscar uma nova linha para seu plano de recuperação, que encontrou empecilhos após a suspensão do leilão da Revati, usina com capacidade instalada para moer 4 milhões de toneladas de cana por safra.

A Reuters noticiou em fevereiro que a Castlelake faria uma proposta formal pela planta industrial neste mês.

Com mais de 13 bilhões de dólares em ativos em fundos e setores público e privado, segundo seu site, a Castlelake já comunicou aos credores e à própria indiana Shree Renuka Sugars que só leva adiante a aquisição da Revati se tiver garantias de fornecimento de cana.

Segundo as fontes, praticamente toda a cana da Renuka do Brasil está hoje perto da Madhu, e a Castlelake quer garantias de que a subsidiária indiana não operará nos próximos anos para ter acesso a esse produto.

Caso o negócio não avance, ambas as fontes ressaltaram que a Renuka do Brasil não conta com cana suficiente para operar as duas usinas na safra deste ano, cujo início oficial é em 1º de abril. Revati e Madhu possuem capacidade combinada para processar cerca de 10 milhões de toneladas de cana por temporada.

As fontes também não deram qual seria o valor do negócio entre a gestora norte-americana e a empresa sucroenergética.

Procuradas para comentar o assunto, a Shree Renuka Sugars e a Castlelake não responderam de imediato.

27/03/18
José Roberto Gomes

Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
17/08/18 - Caio Carvalho participa de debate no Canal WW, do jornalista William Waack
  - CTBE divulga 30ª edição do Boletim de Monitoramento da cana-de-açúcar em São Paulo e Goiás
  - Previsão indica chuva em boa parte do país nos próximos dias
  - Usinas listadas praticamente dobram estoque de etanol no 1º tri da safra 2018/19
16/08/18 - Copersucar publica relatório de sustentabilidade
08/08/18 - Etanol: ponto de equilíbrio depois das altas e sem sinais de degradação; ao final da safra, terá
  fechado contas das usinas
06/08/18 - Etanol hidratado recua 2,15% e anidro cai 3,7% nas usinas
  - ANP faz tomada pública sobre preço de etanol nas usinas
03/08/18 - Usinas de cana do Brasil manterão foco no etanol na próxima safra
05/10/17 - Renuka enfrenta impasse com credores após suspensão de leilão de usina, diz fonte
25/08/17 - Raízen Energia nega que irá se habilitar para leilão de usina da Renuka
04/07/17 - Renuka começa a pagar créditos trabalhistas e fornecedores no dia 5, diz fonte
02/05/17 - Assembleia de credores da Renuka não é instalada por falta de quórum
18/10/16 - Novo CEO da Renuka assume desafio de sanear grupo e cumprir compromissos com credores
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Novo plano de recuperação da Renuka será alinhado com Castlelake e BNDES, dizem fontes
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/