Domingo, 17 de fevereiro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Cana-de-acar Aumentar a letra    Diminuir a letra
Genes que tornam a cana mais resistente seca so identificados  

10/10/2018 - A falta de disponibilidade de gua durante o desenvolvimento da cana um dos tipos de estresse ambiental que causam maiores efeitos negativos na planta. A fim de torn-la mais resistente, pesquisadores de diferentes instituies no Brasil buscam desenvolver variedades de cana mais bem adaptadas a condies de seca.

Um grupo de pesquisadores do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em parceria com colegas do Vlaams Instituut voor Biotechnologie (VIB), da Blgica, liderado pelo pesquisador Dirk Inz, identificaram um conjunto de cinco genes que, ao serem permanentemente ativados, podem tornar a cana mais tolerante seca.

Os resultados do estudo, feito com apoio da FAPESP, no mbito do Programa FAPESP de Pesquisa em Bioenergia (BIOEN), foram apresentados em uma palestra na segunda-feira (08/10), na FAPESP Week Belgium. O encontro, que est sendo realizado em Bruxelas at dia 09 de outubro, e em Lige e Leuven, no dia10, rene pesquisadores brasileiros e belgas com o objetivo de estreitar parcerias em pesquisa.

"Submetemos a patente desses genes no ms passado. Queremos, agora, analis-los em plantas transgnicas de cana e, posteriormente, licenci-los para empresas interessadas", disse Marcelo Menossi Teixeira, professor do IB-Unicamp e coordenador do projeto, Agncia FAPESP.

A pesquisa comeou em 2007. Naquele ano, um grupo de pesquisadores do Instituto de Qumica da Universidade de So Paulo (IQ-USP), coordenado pela professora Glucia Mendes Souza, iniciou um estudo com o intuito de analisar genes expressos em uma variedade de cana plantada em Alagoas em condies de seca. O experimento foi conduzido pela equipe do professor Laurcio Endres, da Universidade Federal de Alagoas.

As anlises de expresso gnica revelaram centenas de genes diferentemente expressos na cana em resposta ao estresse hdrico. Ao caracteriz-los, os pesquisadores identificaram alguns genes que eram mais ativados.

Seriam necessrios vrios anos para confirmar o papel dos genes candidatos em variedades transgnicas de cana em campo, mas os pesquisadores tiveram a ideia de testar alguns dos genes em tabaco, tambm plantado sob condies de seca: a planta leva apenas entre sete e oito meses para crescer e mais fcil de manipular, em comparao com a cana, explicou Menossi.

Por meio da parceria com os colegas belgas, os pesquisadores brasileiros tambm testaram os genes em mostarda selvagem (Arabidopsis thaliana), muito usada como planta-modelo em estudos de gentica.

As anlises das plantas transgnicas cultivadas com os genes superexpressos confirmaram que eles conferiam maior resistncia ao estresse oxidativo e seca.

"Constatamos que esses cinco genes so ativados pela cana quando a planta se encontra em condio de estresse hdrico a fim de proteg-la da situao de seca", afirmou Menossi.

"Nossa ideia fazer modificaes genticas na planta para tornar esses genes permanentemente ativados e, dessa forma, deixar a planta preparada para uma situao de seca de modo que apresente desempenho melhor sob essa condio", explicou.

Em testes em laboratrio, os pesquisadores j confirmaram que variedades transgnicas de cana com alguns desses genes em constante estado de ativao apresentaram maior tolerncia seca.

"Nosso objetivo chegar a uma cana-de-acar transgnica capaz de suportar longos perodos sem irrigao e de crescimento rpido", disse Menossi.

Elton Alisson
Fonte: Agncia Fapesp
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
15/02/19 - Usinas de MS j moeram 46,8 milhes de toneladas de cana e processamento deve superar o da safra
  passada
  - Com palhada segurando o pouco de umidade e solo melhor estruturado, condies da cana sob seca
  poderiam ser mitigadas
14/02/19 - Reunio sobre IFRS 16 Leasing (PCC 06 R2) ser realizada em fevereiro
13/02/19 - Unica aprova Evandro Gussi como novo presidente
  - Evandro Gussi assume Unica e destaca foco em "regras claras" e RenovaBio
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Genes que tornam a cana mais resistente seca so identificados
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/