Sbado, 16 de fevereiro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Energia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Orlando desafia Trump e abraa energias renovveis  

15/10/2018 - Faz tempo que esta cidade, que abriga o Walt Disney World, um dos destinos mais procurados pelos turistas. Agora, o lugar quer ser conhecido por outra distino: cidade pioneira na substituio da energia gerada a partir do carbono.

Suas aspiraes podem ser observadas nas milhares de poas espalhadas pela cidade, que coletam a gua das frequentes chuvas. Painis solares flutuantes boiam nessa gua, alimentando a rede eltrica.

As evidncias tambm so observadas nas ruas da cidade, com painis solares equilibrados sobre os postes de iluminao para aliment-los com energia em vez de recorrerem rede eltrica. Cerca de 18 mil dos 25 mil postes da cidade j foram convertidos em LEDs de alta eficincia.

At as poas para algas desempenham um papel. nelas que as autoridades esto testando um sistema para capturar o carbono emitido pela cidade a partir das usinas de energia e do transporte pblico, em vez de liber-lo na atmosfera.

Orlando est criando seu prprio caminho para ajudar a limitar os efeitos da mudana climtica. Em parte, a cidade est agindo num espao abandonado pelo governo federal. Est entre as quase 300 cidades e condados americanos que reafirmaram as metas do acordo climtico de Paris depois que o presidente Donald J. Trump anunciou no ano passado que pretendia tirar os Estados Unidos do pacto.

"As cidades precisaram assumir a dianteira", disse Chris Castro, diretor de sustentabilidade de Orlando. "Seria de esperar que o governo federal assumisse a liderana, mas o governo parece recuar dia a dia dos compromissos estabelecidos".

Orlando definiu uma nova meta de gerar toda a sua energia a partir de fontes renovveis j em 2050. O prefeito Buddy Dyer reconhece que as metas da cidade exigiro mais do que determinao. "Enquanto comunidade, tivemos sucesso na criao de vises", disse ele. "Acho que todos reconhecemos que precisamos de avanos tecnolgicos para alcanar a marca de 100%".

Conhecida como Estado onde Brilha o Sol, o potencial da Flrida para a gerao de energia solar significativo. J em 2020, a energia solar deve solar deve responder por 8% da eletricidade gerada pela companhia eltrica de Orlando.

A companhia eltrica municipal instalou equipamentos para gerar 20 megawatts de energia solar - o suficiente para alimentar cerca de 3.200 lares. Os 280 mil moradores da cidade contribuem com mais 10 megawatts de energia solar gerada a partir de painis nos telhados.

Como incentivo, os moradores recebem de volta todo o valor da energia que produzem para a rede eltrica. E a cidade quer trazer um grande painel solar flutuante para as poas dgua de uma usina de tratamento de esgoto.

Mas, sozinha, a energia solar no far com que Orlando alcance a marca de energia 100% limpa, dizem os especialistas. Como outras cidades, Orlando luta contra a dependncia em relao ao carvo. Los Angeles props substituir suas usinas de carvo remanescentes por usinas base de gs natural, que produzem cerca de metade do carbono das usinas base de carvo. Em Orlando, cerca de 47% da composio energtica tm origem no carvo.

Conforme Orlando tenta aumentar o uso de fontes intermitentes, como a energia solar e elica, o armazenamento em baterias ser importante, mas essa tecnologia ainda cara. Alm disso, os crticos argumentam que o foco nas usinas de energia resolve apenas uma parte do problema das emisses de gases estufa. Em 2017, pouco mais de um tero das emisses de gases-estufa dos EUA vinha da indstria eltrica, enquanto os transportes e o setor industrial respondiam por cerca de metade, de acordo com a Agncia de Informaes Energticas dos EUA.

O gs natural alimenta o sistema de nibus, e os caminhes de lixo usam motores hbridos, reduzindo o uso da gasolina (a fora policial deu um passo alm, usando motocicletas eltricas). Em suas oficinas de veculos, Orlando mantm uma estao de gs natural que mistura o combustvel e abastece a frota de caminhes. A instalao recebe 60% de sua energia dos painis solares. Outros edifcios da cidade adotaram modelos de alta eficincia energtica.

Orlando se juntou a Boston, Chicago e Los Angeles na esperana de reduzir o custo dos produtos livres de carbono - incluindo veculos eltricos e baterias para o armazenamento de energia - por meio de compras em grande quantidade.

Os preservacionistas esto acompanhando. "Os moradores de comunidades que se comprometem com o objetivo de usar energia 100% esperam e merecem receber uma energia 100% limpa, e no a continuidade da dependncia em relao a usinas de carvo nem a proliferao de usinas base de gs, mais sujas", disse Michael Brune, diretor-executivo do Sierra Club. " por isso que vemos lderes em comunidades de todo o pas valendo-se desses compromissos para pressionar as companhias eltricas e os polticos a honrarem o que dizem".

E quanto maior o progresso para alcanar a meta, mais esforo necessrio.

"O desafio cada vez maior conforme nos aproximamos da marca de 100%", disse Ed Smeloff, da Vote Solar, organizao sem fins lucrativos da Califrnia que promove a energia limpa. "O futuro que vai nos permitir alcanar a marca de 100% provavelmente mais diversificado do que aquilo que estamos vendo agora".

13/10/18
Ivan Penn, The New York Times
Publicado no jornal O Estado de S. Paulo
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
15/02/19 - BP v crescimento de energias renovveis disparando nas prximas dcadas no mundo
05/02/19 - Salto tecnolgico para superar a crise energtica global
04/02/19 - Thiago Vasconcellos Barral Ferreira o novo Presidente da EPE
  - Energia solar cresce 169% em trs cidades do interior paulista
31/01/19 - Frana considera converso de usina de carvo a biomassa
30/01/19 - Corporaes nunca tiveram tanto apetite por energia no poluente
  - Comrcio investe em energia solar para cortar despesas
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Orlando desafia Trump e abraa energias renovveis
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/