UDOP - União Nacional da Bioenergia

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

DADOS DE MERCADO

Boletins

Comércio Exterior

Consecana

Cotações

Indicador - Açúcar

Indicador - Etanol

Produção Brasileira

Aferindo o Sistema de Remuneração da Tonelada de Cana
pelo Modelo Consecana/SP

A remuneração da tonelada de cana-de-açúcar, segundo Modelo CONSECANA-SP, é calculada de acordo com:
a) a quantidade de ATR entregue pelo fornecedor de cana;
b) a participação do custo de produção da matéria-prima nos custos de produção do açúcar e álcool residual, do álcool anidro e álcool hidratado;
c) os Preços líquidos do açúcar nos mercados interno e externo, do álcool anidro e do álcool hidratado carburante e outros fins e o "mix" de produção.

Para aferir o Modelo CONSECANA-SP, foram utilizados: a participação do custo da matéria-prima nos custos de produção de açúcar e álcool residual, do álcool anidro e álcool hidratado, a cana entregue, o "mix" de produção e os Preços líquidos do açúcar nos mercados interno e externo, do álcool anidro e do álcool hidratado carburante e outros fins.

A Tabela 01 contém o cálculo do valor da tonelada de cana, segundo Modelo CONSECANA-SP, a partir de 4 (quatro) toneladas de cana, contendo: PC=15,0992; Pureza=87,82, Fibra=14,38 e 15,02 kg de ATR/t, sendo 1 (uma) para produção de açúcar para o mercado interno; 1 (uma) para a produção de açúcar destinado ao mercado externo; 1 (uma) para produção de anidro e 1 (uma) para a produção de álcool hidratado.

Produtos Produto ATR
kg
ATR
(%)
Produto
R$
ATR
R$/kg
Participação
MP - %
ATR
R$/kg
AMI - KG 119,99 125,93 21,70 366,77 349,47 56,8 0,1985
AME - KG 119,99 125,93 21,70 307,27 292,78 56,8 0,1663
AEA res. - L 10,54 19,14 3,30 564,37 310,62 56,8 0,1764
AEH res. - L 11,00 19,14 3,30 471,31 270,73 56,8 0,1538
AEA dir. - L 79,85 145,07 25,00 564,37 310,62 61,2 0,1901
AEH DIR. - L 83,33 145,07 25,00 471,31 270,73 61,7 0,1670
Total   580,28 100,00   303,89 59,12 0,1793

Considerando-se o ATR da matéria-prima de 145,02 kg/t e o valor médio do kg de ATR de R$ 0,1793, verifica-se que o valor da cana, segundo o Modelo CONSECANA-SP é de
R$ 26,02 por tonelada. Tomando-se como base a comercialização dos difrentes produtos, os mesmo Preços considerados e a participação média da matéria-prima obtidos na Tabela 01, elaborou-se a Tabela 02, apresentada a seguir, que contém o cálculo do valor da cana-de-açúcar, em função do faturamento obtido com a venda dos produtos produzidos pela cana processada, da participação da matéria-prima e da cana processada.

Pode-se verificar pelo Modelo CONSECANA-SP, que o valor da tonelada de cana foi de
R$ 26,02, enquanto que pela Tabela 02 (Receita, participação e cana moída) foi de
R$ 26,07 resultando numa diferença de apenas 0,19%, ou R$ 0,05 por tonelada de cana, que pode ser atribuída a arredondamentos, o que mostra o equilíbrio do modelo parit�rio.

Produto Produção Preço do Produto R$ Receita R$
AMI - KG 119,99 0,3668 44,01
AME - KG 119,99 0,3073 36,87
AEA res. - L 10,54 0,5644 5,95
AEH res. - L 11,00 0,4713 5,18
AEA dir. - L 79,85 0,5644 45,06
AEH dir. - L 83,33 0,4713 39,27
Total     176,35
Participação da matéria-prima - % 59,12
Valor total devido � matéria-prima - R$ 104,26
Cana processada - toneladas 4
Valor da matéria-prima - R$/t 26,07

Fonte: Informativo Orplana - Ano VIII - Nº 01 - Janeiro/2001