UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Exportações gaúchas recuam 4,4% no primeiro semestre de 2016  

26/07/2016 - A receita das exportações gaúchas recuou 4,4% no primeiro semestre de 2016, atingindo US$ 7,7 bilhões. Foram US$ 349,9 milhões a menos que o saldo do primeiro semestre do ano passado. Os cinco principais produtos exportados foram soja em grão, fumo em folhas, polímeros plásticos, carne de frango e farelo de soja.

Ao mesmo tempo, o volume embarcado cresceu 10,2%, mas os preços médios dos produtos exportados caíram 13,2%. Foi esta relação inversa que provocou receita menor, mesmo vendendo mais. Julho alcançou o maior volume embarcado pelo Estado na série histórica iniciada em 1989 pela Fundação de Economia e Estatística (FEE). Foram 11,56 milhões de toneladas.

Soja em grão, maior item vendido, registrou recorde de volume embarcado em primeiro semestre (5,131 milhões de toneladas). Apesar disso, a receita em dólar foi a menor dos últimos quatro anos.

Já a receita global foi a menor desde 2010. O Rio Grande do Sul perdeu uma posição no ranking nacional, passando para a quinta colocação entre os estados exportadores, á frente do Rio de Janeiro, que foi prejudicado pela queda dos preços do petróleo. Por outro lado, Mato Grosso e Paraná foram beneficiados pela alta das commodities, principalmente da soja.

A queda nas receitas com a venda de produtos básicos contribuiu mais para perder faturamento. Foram US$ 353,9 milhões a menos, 8% de recuo, e nos manufaturados, perda de US$ 198,4 milhões (-6,7%). As vendas de semimanufaturados aumentaram, fechando em US$ 245,8 milhões, alta de 44,9%.

No recuo de embarques, trigo em grãos e farelo de soja lideraram em produtos básicos. Já carne bovina teve alta de 81,7% em valor. Em manufaturados, os maiores recuos em divisas foram em máquinas e aparelhos para uso agrícola, hidrocarbonetos e motores para automóveis. Cresceram as vendas de polímeros plásticos, calçados, máquinas de elevação de carga e automóveis.

Nos semimanufaturados, o crescimento ocorreu em virtude das vendas de celulose (US$ 283,7 milhões, alta de 757,2% em valor e 810,1% em volume), efeito da quadruplicação da planta em Guaíba.

Fonte: Jornal do Comércio - Porto Alegre/RS
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
21/01/20 - Brasil passou para quarto destino de investimentos no mundo em 2019
  - "O Brasil precisa melhorar o uso do solo", diz Nobel de Química
  - Seguro Rutal: Ministério da Agricultura negocia orçamento de R$ 1,5 bilhão para subvenção em 2021
  - Máquinas agrícolas: Setor cobra definição do governo para Moderfrota
20/01/20 - FMI eleva perspectiva de crescimento do Brasil em 2020 após reforma da Previdência
  - Mercado financeiro reduz estimativa de inflação este ano para 3,56%
  - Pesquisa global mostra brasileiros otimistas com a economia
  - Brasil e Alemanha firmam acordo de cooperação técnica no setor agrícola
  - Volocopter e John Deere criam drone agrícola autônomo para pulverização de plantações
  - Colheita de soja 2019/20 do Brasil vai a 1,8% da área puxada por MT, diz AgRural
  - Soja do Brasil pode competir por demanda da China apesar de acordo, diz associação
17/01/20 - Superávit da balança comercial brasileira recua em 2019, revela FGV/Icomex
  - Soja, milho e trigo caem em Chicago com dúvidas sobre demanda da China após acordo
  - Aprosoja: País continuará fornecendo soja à China e pode retomar outros mercados
16/01/20 - Soja/USDA: EUA vendem 711,5 mil toneladas da safra 2019/20 na semana
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Exportações gaúchas recuam 4,4% no primeiro semestre de 2016
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: