UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Capacidade de armazenagem agrícola fica próxima a 167 milhões de toneladas  

13/06/2018 - O total de capacidade útil disponível no Brasil para o armazenamento de produtos agrícolas no segundo semestre de 2017, em estabelecimentos ativos, foi de 167 milhões de toneladas, resultado 0,6% menor que o do primeiro semestre de 2017 (168 milhões de toneladas), diz pesquisa do IBGE.

O Mato Grosso obteve a maior capacidade de armazenagem, com 39,4 milhões de toneladas. O estoque de produtos agrícolas totalizou 31,5 milhões de toneladas nesse período, contra 24,6 milhões de toneladas no mesmo período de 2016. Entre os produtos agrícolas, o maior volume estocado era o do milho (13,8 milhões de toneladas), seguido pela soja (8,5 milhões), trigo (3,8 milhões), arroz (2,1 milhões) e café (971,3 mil toneladas).

Em termos de capacidade útil armazenável, os silos predominaram, alcançando 78,8 milhões de toneladas no segundo semestre de 2017, correspondendo a 47,2% da capacidade útil total. Em relação ao semestre anterior, os silos apresentaram queda de 0,5%. Em seguida, os armazéns graneleiros e granelizados, responsáveis por 37,8% da armazenagem nacional, atingiram 63,1 milhões de toneladas de capacidade útil armazenável, apresentando crescimento de 0,1%. Já os aos armazéns convencionais, estruturais e infláveis, somaram 25,1 milhões de toneladas, uma queda de 2,5% em relação ao primeiro semestre de 2017.


Estoques de milho, soja e arroz crescem

Em relação ao segundo semestre de 2016, os estoques de milho, soja e arroz apresentaram crescimento de 63,8%, 36,1% e 48,5%, respectivamente. Os estoques de milho representaram o maior volume (13,8 milhões de toneladas), seguidos pelos estoques de soja (8,5 milhões), trigo (3,8 milhões), arroz (2,1 milhões) e café (971,3 mil toneladas). Estes produtos corresponderam a 92,6% da massa de grãos estocada entre os produtos monitorados pela pesquisa. O milho apresentou desempenho recorde em 2017, favorecido por fatores climáticos e pela ampliação da área colhida em 19,3%.

Os estoques de arroz (em casca) tiveram um acréscimo de 48,5% em comparação com a data de referência de 2016. Já os estoques de trigo totalizaram 3,8 milhões de toneladas, valor 28,2% inferior ao obtido no 2° semestre de 2016. A quantidade de café estocado diminuiu 23,4% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Foram armazenadas 971,3 mil toneladas do grão, sendo 858,1 mil toneladas do tipo arábica e 113,2 mil toneladas do tipo robusta.

Fonte: Datagro
Texto extraído do portal Universoagro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
18/09/19 - Safra de milho do Brasil estimada em recorde, na torcida por chuvas para soja
  - Soja: Está tudo pronto para a safra 2019/20, só falta a chuva !
  - Soja: Produtores aguardam mudanças climáticas para iniciar o plantio
  - Milho: Plantio da safra de verão 2019/20 atinge 24% da área no PR
  - Veja a previsão do tempo para quarta-feira (18) para todo o Brasil
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Capacidade de armazenagem agrícola fica próxima a 167 milhões de toneladas
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: