UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Energia Aumentar a letra    Diminuir a letra
UE quer reduzir consumo de energia em um terço até 2030  

21/06/2018 - A União Europeia estabeleceu como meta reduzir um terço de seu consumo de energia antes de 2030, em uma nova etapa para adaptar sua legislação a seus compromissos no âmbito do Acordo de Paris sobre o Clima.

Os negociadores do Parlamento Europeu e do Conselho da UE, que representa os países do bloco, chegaram a um acordo na terça-feira (19) sobre uma parte do pacote de energia limpa, proposto pela Comissão no final de novembro de 2016.

O acordo, que agora deve ser confirmado pelos eurodeputados e pelos ministros do Conselho da UE, prevê uma meta de eficiência energética de 32,5% para 2030, em relação aos níveis de 1990, com uma cláusula de revisão em 2023.

A meta é ligeiramente superior à do Executivo europeu (30%), mas abaixo do proposto pelo Parlamento do bloco (35%). Se for adotada, entrará em vigor a partir de 2021.

Para alcançar seus objetivos, a UE já reformou sua legislação contra a construção de edifícios e sobre energias renováveis. Também está trabalhando para melhorar a eficiência energética de eletrodomésticos e aquecedores de água.

"A Europa é, de longe, o maior importador de energia fóssil do mundo. Hoje, pomos fim a isso. Este acordo é um grande impulso a favor da independência energética da Europa", declarou o comissário europeu da Ação para o Clima, Miguel Arias Cañete, em um comunicado.

A nova meta de 32,5% de eficiência energética não convenceu as ONGs, que a consideram insuficiente, em virtude dos compromissos com o Acordo de Paris. Já o Escritório Europeu de Consumidores considerou "globalmente positiva".

Também no âmbito do Acordo de Paris, até 2030, os europeus se comprometeram a reduzir em 40% as emissões de gases causadores do efeito estufa para um patamar próximo dos níveis de 1990.

20/06/18
Fonte: Folha de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
12/12/19 - Fed mantém juro em meio a cenário "favorável"
  - S&P eleva perspectiva para nota de crédito do Brasil, cita melhora de posição fiscal
11/12/19 - Velocidade de avanço do euro pode surpreender mercado em 2020
  - Após um ano vivendo perigosamente, Fed deve sinalizar que é hora de ser discreto
10/12/19 - Índices da China fecham quase estáveis por incertezas comerciais
09/12/19 - Carnes, energia elétrica e jogos de loteria impulsionam IPCA em novembro
06/12/19 - Alvo de pressão, cúpula da pasta de Minas e Energia deve ser substituída
  - Volume desce 0,5% no submercado Norte, que opera abaixo de 20%
  - Brasil eleva projeção de carga de energia em 2020, mas reduz para 2019
05/12/19 - Volume desce 0,5% no submercado Norte, que opera abaixo de 20%
05/11/19 - Bioenergia é oportunidade
17/10/19 - Renata Beckert Isfer assume Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME
14/10/19 - Preço spot de energia registrou aumento médio de 1% no país
10/10/19 - Bioeletricidade gera 2,5 vezes mais que carvão mineral, mas acumulado cai em relação a 2018
13/12/18 - Agro sustentável contribui para o Brasil antecipar metas de redução de emissão de CO2
20/07/18 - Rio de Janeiro dá exemplo ao transformar bioplásticos em política de estado
11/06/18 - UNICA Fórum vai reunir oito pré-candidatos à presidência em São Paulo
06/06/18 - Diana Bioenergia e outras usinas participam de simulado do PAM
  - Temer aprova redução de emissões de carbono nos próximos dez anos
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
UE quer reduzir consumo de energia em um terço até 2030
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: