UDOP - União Nacional da Bioenergia

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Puxada por combustíveis, inflação em setembro é a maior para o mês em três anos  

05/10/2018 - Após registrar a primeira deflação no mês de agosto desde 1998, a taxa de inflação oficial da economia brasileira, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,48% em setembro. O resultado foi o mais elevado para o mês desde 2015, quando a taxa subiu 0,54%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A alta no mês foi impulsionada pelo preço dos combustíveis, que subiu 4,18% e passagens aéreas, que aumentaram 16,81%. Combustíveis e Passagens aéreas foram os responsáveis pela alta de 1,69% do grupo dos Transportes em setembro, a maior neste mês. A variação no grupo foi a maior para setembro desde a implantação do Plano Real, superando a taxa de 1,22% alcançada em 1994, ainda nos meses iniciais do plano.

PF, Ministério Público e Cade fazem operação para desarticular cartel de combustíveis no DF
Preço dos combustíveis subiu 4,18% Foto: JF Diorio/Estadão
No acumulado em 12 meses, o índice registrou 4,53 e ficou acima do centro da meta de 4,50% pela primeira vez desde março de 2017 (4,57%). A taxa acumulada pela inflação no ano foi de 3,34%.

O resultado ficou no teto do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que previam uma queda desde 0,28% a 0,48%, com mediana positiva de 0,44%.

A despeito da estimativa de aceleração do IPCA, o economista-chefe da MB Associados, Sergio Vale, ponderou, antes do resultado oficial, que o avanço em 12 meses ainda não é uma ameaça ao centro da meta para o resultado fechado do ano. "Não é nada preocupante ainda, pois estamos abaixo da meta [centro]. Nossa expectativa para o IPCA é de alta de 4,4% em 2018", afirma. Ainda assim, o economista observa que o desfecho da corrida presidencial oferece riscos relevantes ao horizonte inflacionário, especialmente para 2019.

Fonte: O Estado de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
18/11/19 - Milho: Demanda aquecida segue elevando preços no spot
  - Soja: Preço no porto fecha acima de R$ 90/sc
  - Etanol: hidratado sobe 0,21% e anidro valoriza 0,11% na semana
  - Preço do etanol vai subir na entressafra, preveem usinas
  - Com imposto menor, preço do etanol em MS só deve baixar no fim de semana
  - Etanol: estoques totais do país crescem 3,9% até 31 de outubro sobre igual período de 2018
  - Usina Coruripe recebe certificado internacional de produção sustentável de açúcar e etanol
  - CNA prevê aumento de 7,2% no Valor Bruto da Produção pecuária em 2019
  - Mercado passa a ver Selic a 4,25% em 2020
  - Economia do Brasil muda a tendência, e passa a mostrar mais vigor, diz Banco Central
05/11/19 - Vendas de combustíveis no Brasil sobem 2,2% em setembro, diz ANP
  - Bombas de combustíveis terão certificação digital a partir de dezembro
04/11/19 - Gasolina sobe nos postos após duas semanas de baixa, diz ANP; diesel também avança
01/11/19 - ANP vai avaliar venda de combustíveis por entrega em domicílio
  - Venda de gasolina e combustível via aplicativo é ilegal, diz ANP
28/10/19 - Cofco expande capacidade em etanol no Brasil; vê preços do açúcar pressionados
21/10/19 - ANP: gasolina sobe em 13 estados e no DF, mas valor médio cai 0,07% no país
14/10/19 - ANP: gasolina sobe em 17 estados; valor médio avança 0,21% no país
07/10/19 - O combustível que mudou nossa história
04/10/19 - Equador declara estado de exceção por protestos contra corte de subsídios a combustíveis
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Puxada por combustíveis, inflação em setembro é a maior para o mês em três anos
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: