UDOP - União Nacional da Bioenergia

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Alta dos combustíveis faz inflação avançar 0,48% em setembro  

05/10/2018 - O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) teve alta de 0,48% em setembro puxado pela alta dos combustíveis, informou o IBGE nesta sexta-feira (5). Em 12 meses, o avanço do indicador chega a 4,53%.

Pesquisa da Reuters apontava expectativa de analistas de alta de 0,41% em setembro, acumulando em 12 meses alta de 4,45%. Para analistas ouvidos pela Bloomberg, a expectativa para o mês era de crescimento de 0,42%, e 4,48% em 12 meses.

Enquanto em agosto, o preço dos combustíveis caíram 1,86%, em setembro, a alta registrada foi de 4,18%, representando 0,24 ponto percentual de impacto no IPCA ou 50% do índice. Com exceção do gás veicular, que caiu 0,85%, todos os demais combustíveis pesquisados apresentaram taxas positivas no período.

"Em relação à gasolina, a Petrobras autorizou um aumento de 7% no período do índice. O óleo diesel teve um aumento de 13%. Isso foi nas refinarias, mas acaba chegando ao consumidor. A alta do dólar também contribuiu", afirmou o gerente do IPCA, Fernando Gonçalves.

Devido ao desempenho dos combustíveis, o grupo dos transportes teve alta de 1,69% no mês, após sofrer queda de 1,22% em agosto. Para setembro, a variação dos transportes é a maior desde a implantação do Plano Real%B, em 1994.

Passagens aéreas também foram destaque em setembro, com alta de 16,81%, ante a queda de 26,12% registrada no mês anterior.

O grupo de alimentos e bebidas teve avanço de 0,1%, após quedas em julho e agosto. As maiores altas vieram das frutas, com 4,42%, do arroz (2,16%) e do pão francês (0,96%). Já a retração foi marcada principalmente o preço da cebola, com queda de 12,85%, batata inglesa (- 8,11%) e leite longa vida (- 5,82%).%B

Com exceção dos grupos de vestuário e comunicação, que tiveram, respectivamente, queda de 0,02% e 0,07%, todos os outros grupos tiveram aumento nos preços no mês de setembro.

Fonte: Folha de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
18/11/19 - Milho: Demanda aquecida segue elevando preços no spot
  - Usina Coruripe recebe certificado internacional de produção sustentável de açúcar e etanol
  - Etanol: hidratado sobe 0,21% e anidro valoriza 0,11% na semana
  - Preço do etanol vai subir na entressafra, preveem usinas
  - Soja: Preço no porto fecha acima de R$ 90/sc
  - Etanol: estoques totais do país crescem 3,9% até 31 de outubro sobre igual período de 2018
  - Com imposto menor, preço do etanol em MS só deve baixar no fim de semana
  - CNA prevê aumento de 7,2% no Valor Bruto da Produção pecuária em 2019
  - Mercado passa a ver Selic a 4,25% em 2020
  - Economia do Brasil muda a tendência, e passa a mostrar mais vigor, diz Banco Central
05/11/19 - Vendas de combustíveis no Brasil sobem 2,2% em setembro, diz ANP
  - Bombas de combustíveis terão certificação digital a partir de dezembro
04/11/19 - Petrobras confirma redução de cerca de 3% no diesel nas refinarias
  - Gasolina sobe nos postos após duas semanas de baixa, diz ANP; diesel também avança
01/11/19 - ANP vai avaliar venda de combustíveis por entrega em domicílio
  - Petrobras reduz preço do diesel nas refinarias, diz FCStone
  - Venda de gasolina e combustível via aplicativo é ilegal, diz ANP
28/10/19 - Cofco expande capacidade em etanol no Brasil; vê preços do açúcar pressionados
25/10/19 - Petrobras reduz preço do diesel nas refinarias
22/10/19 - ANP vai regulamentar uso de diesel renovável no mercado brasileiro
  - Petrobras completa 1 mês sem reajustar diesel, maior período de estabilidade em 1 ano
21/10/19 - ANP: gasolina sobe em 13 estados e no DF, mas valor médio cai 0,07% no país
14/10/19 - ANP: gasolina sobe em 17 estados; valor médio avança 0,21% no país
07/10/19 - O combustível que mudou nossa história
04/10/19 - Equador declara estado de exceção por protestos contra corte de subsídios a combustíveis
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Alta dos combustíveis faz inflação avançar 0,48% em setembro
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: