UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Combustíveis Fósseis Aumentar a letra    Diminuir a letra
Vendas de petróleo dos EUA à Ásia devem cair mais por alta no frete de navios  

11/10/2018 - O aumento das taxas de frete elevou os custos de transporte de petróleo dos Estados Unidos para a Ásia e pode restringir o fluxo do produto norte-americano para a região no final deste ano, disseram várias fontes comerciais e de navegação nesta quinta-feira.

As taxas de frete para navios-tanque que transportam petróleo bruto subiram globalmente, impulsionadas pela demanda sazonal, interrupções climáticas e custos mais elevados do combustível de navios, disseram as fontes.

O custo para fretar uma embarcação Very Large Crude Carrier (VLCC), capaz de transportar 2 milhões de barris de petróleo, na rota da costa do Golfo dos Estados Unidos até Coreia do Sul e Japão, subiu para mais de 7 milhões de dólares nesta semana, 1 milhão a 2 milhões de dólares a mais frente a semana anterior, disse um corretor de navios.

Embarcar um barril de petróleo do Porto de Louisiana, no Golfo do México, em um VLCC, para o centro de refino de Cingapura, no Sudeste Asiático, custava 3,26 dólares em 10 de outubro, acima do 1,78 dólar observado no mês anterior, segundo dados do Refinitiv Eikon.

"O frete é muito caro hoje em dia, tornando cada tonelada mais cara", disse um comprador de petróleo no norte da Ásia.

Florence Tan e Jessica Jaganathan
Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
18/09/19 - IEA não vê necessidade de liberar estoques emergenciais de petróleo
  - Mesmo com alta do petróleo, BC deve baixar juro para novo piso histórico, apostam economistas
  - Preços do petróleo caem 6% após ministro saudita apontar para recuperação da produção
  - Arábia Saudita vai retomar produção de petróleo até o fim do mês, diz ministro
  - ANP reforça fiscalização para apurar abuso de preços nos postos de gasolina de Brasília
17/09/19 - Trump diz não ver necessidade de liberar reserva de petróleo após ataque na Arábia Saudita
  - Petrobras descarta reajuste de preços dos combustíveis
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Vendas de petróleo dos EUA à Ásia devem cair mais por alta no frete de navios
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: