UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
EUA e China se desentendem por "expectativas extravagantes" em acordo comercial  

20/05/2019 - A China acusou os Estados Unidos nesta segunda-feira de manterem "expectativas extravagantes" para um acordo comercial, destacando o abismo entre os dois lados no momento em que a ação dos EUA contra a gigante de tecnologia chinesa Huawei começa a afetar o setor de tecnologia global.

O Google, da Alphabet Inc, também suspendeu os negócios com a Huawei Technologies Co Ltd [HWT.UL] que exigem a transferência de hardware, software e serviços técnicos, exceto aqueles publicamente disponíveis via licensiamento de fonte aberta, disse à Reuters uma fonte familiarizada com o assunto no domingo, em um golpe para a empresa que o governo dos EUA buscou colocar em uma lista negra em todo o mundo.

As ações das fabricantes de chips europeias Technologies, AMS e STMicroelectronics recuavam com força nesta segunda-feira, em meio a preocupações de que os fornecedores da Huawei Technologies possam suspender os embarques para a empresa chinesa devido à ação dos EUA na semana passada.

A adição pelo governo norte-americano da Huawei a uma lista negra de comércio na quinta-feira permitiu imediatamente restrições que tornarão extremamente difícil fazer negócios com empresas dos EUA.

Em uma entrevista com o Fox News Channel gravada na semana passada e divulgada no domingo à noite, o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que os EUA e a China "tinham um acordo bastante forte, tínhamos um bom acordo, e eles o mudaram. E eu disse ´está bem, vamos tarifar os produtos deles´".

Em Pequim o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Lu Kang, disse não saber do que Trump estava falando.

"Não sabemos que acordo é esse que os EUA estão falando. Talvez os EUA tinham um acordo para o qual havia expectativas extravagantes, mas com certeza não é o chamado acordo com o qual a China concordou", disse ele em entrevista à imprensa.

O motivo pelo qual a última rodada de negociações não chegou a um acordo foi porque os EUA tentaram "alcançar interesses injustificados através de pressão extrema", disse Lu.

Ben Blanchard e David Lawder
Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
22/10/19 - Soja: Semana começa com safra nova marcando R$ 90 nos portos e bons negócios
  - Milho se desvaloriza em Chicago com demanda fraca e espera por dados de colheita do USDA
21/10/19 - Soja 2019/20: Apesar de chuvas melhores, produtores seguem em alerta; veja fotos e vídeos
  - Milho: segnda-feira registra poucas movimentações na Bolsa de Chicago
  - Milho: cotações abrem com leves altas na Bolsa de Chicavo nesta segunda (21)
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
EUA e China se desentendem por "expectativas extravagantes" em acordo comercial
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: