UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Volume de crédito do Plano Safra 2019/20 fica quase estável  

18/06/2019 - O Plano Safra 2019/20 terá 225,59 bilhões de reais em recursos para a agricultura empresarial e familiar, anunciou nesta terça-feira o Ministério da Agricultura, apontando uma estabilidade no total destinado para financiamentos na comparação com a temporada passada, em um momento em que o governo enfrenta um aperto fiscal.

O volume de recursos inclui 222,74 bilhões de reais para crédito rural, sendo 169,3 bilhões para custeio, comercialização e industrialização, e 53,4 bilhões de reais em crédito para investimentos.

O montante total para financiamentos aponta uma alta de apenas 0,28% ante a temporada 2018/19, quando o volume anunciado para a agricultura empresarial somou 191,1 bilhões de reais, e a familiar teve 31 bilhões de reais, segundo dados do ministério.

Diante de uma quase estabilidade nos recursos para o crédito, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, comentou que não é fácil, no quadro de aperto orçamentário atual, "anunciar grandes cifras como as de hoje".

Mas ela ressaltou que, pela primeira vez, a agricultura familiar e a empresarial estão sob o mesmo teto, destacando ainda que o Tesouro Nacional disponibilizou de forma inédita mais recursos para subvenção dos pequenos produtores (Pronaf) do que para os demais, um volume de quase 5 bilhões de reais.

O total de recursos do plano 2019/20 prevê ainda 1,85 bilhão de reais para apoio à comercialização, que inclui compras de produtos agrícolas pelo governo.

O ministério informou que o volume de recursos para subvenção do prêmio do seguro rural mais do que dobrou, para 1 bilhão de reais.

Outra novidade do plano é o financiamento de moradias rurais, que terá 500 milhões de reais.


JUROS

O ministério informou que os juros para financiamento de custeio, comercialização e industrialização ficarão entre 3% e 4,6% ao ano para pequenos produtores; para médios produtores, em 6% ao ano; e 8% para demais produtores.

Os programas de investimento terão juros de 3% a 10,5% ao ano.

Ricardo Brito
Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
18/09/19 - Índices da Europa têm variações limitadas antes de decisão do Fed
  - IGP-M reduz queda a 0,28% na 2ª prévia de setembro
  - Dólar abre perto da estabilidade à espera do Fed e do Copom
  - IPC-Fipe sobe 0,13% na 2ª quadrissemana de setembro
  - Mesmo com alta do petróleo, BC deve baixar juro para novo piso histórico, apostam economistas
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Volume de crédito do Plano Safra 2019/20 fica quase estável
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: