UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Sem China, prêmios da soja no Brasil recuam 15 centavos em duas semanas. Custo do frete segue pressionando renda do produtor  

18/07/2019 - Em acompanhamento da safra de soja, o jornalista Aleksander Horta entrevistou Mário Mariano Moraes Júnior, analista da Novo Rumo Corretora, que comentou sobre as recentes baixas nos preços da oleaginosa.

Segundo análise feita por ele, o recuo se deve a falta de previsão para o acordo entre os Estados Unidos e a China, o que tem limitado a compra de soja. Outro fator citado pelo analista é a evolução da melhora da safra americana, conforme recente relatório publicado pelo USDA.

A China também vem diminuindo suas importações, sendo que em Junho o país importou 6,6 milhões de toneladas de soja, número 11% menor que Maio. Isso se deve a redução de 26% da população de suínos no país, devido a peste suína africana.

Mario Mariano diz ainda que com relação à demanda de curto prazo, estudos atuais indicam que o potencial de compra da China estaria entre 80 e 85 milhões de toneladas de soja. Desse montante o Brasil já embarcou 40 milhões de toneladas, enquanto que Estados Unidos e outros países somam embarques no valor de cerca de 28 milhões de toneladas para o país. Dessa forma, ele entende que não há demanda aquecida para o curto prazo.

Para o mercado interno, o maior entrave está nos valores de tabela para os fretes pagos pelos produtores rurais. Com o início da colheita do milho, os preços do transporte aumentaram, principalmente no Centro-Oeste. Esse valor deve diminuir nos próximos 20 a 30 dias, repassando ao produtor maior ganho nas vendas.

17/07/19
Aleksander Horta e Ericson Cunha
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
20/01/20 - Colheita de soja 2019/20 do Brasil vai a 1,8% da área puxada por MT, diz AgRural
  - Mudanças climáticas levam investidores a medir temperatura em Davos
  - Soja do Brasil pode competir por demanda da China apesar de acordo, diz associação
17/01/20 - China registra crescimento mais fraco em 29 anos mas termina 2019 com força
  - Índices da China interrompem 6 semanas de ganhos
  - Soja, milho e trigo caem em Chicago com dúvidas sobre demanda da China após acordo
  - Aprosoja: País continuará fornecendo soja à China e pode retomar outros mercados
16/01/20 - Acordo comercial não afetará outros fornecedores agrícolas da China, diz vice-premiê
  - Soja/USDA: EUA vendem 711,5 mil toneladas da safra 2019/20 na semana
15/01/20 - Em gesto a Bolsonaro, EUA apoiam candidatura do Brasil na OCDE no lugar da Argentina
17/12/19 - Commodities soft são impulsionadas por perspectiva de baixa oferta, diz Fitch
16/12/19 - Commodities: altas também vieram da menor aversão ao risco com acordo EUA-China
06/12/19 - Plantio da safra 2019/20 de milho no RS avança para 88% da área
  - Plantio da safra 2019/20 de soja na Argentina alcança 49,3% da área
  - Plantio da safra 2019/20 de milho na Argentina chega a 48,7% da área
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Sem China, prêmios da soja no Brasil recuam 15 centavos em duas semanas. Custo do frete segue pressionando renda do produtor
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: