UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Combustíveis Fósseis Aumentar a letra    Diminuir a letra
Térmicas a diesel e óleo combustível estão com os dias contados, diz ONS  

29/08/2019 - O diretor geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Barata, prevê que entre quatro e cinco anos as usinas térmicas a gás natural farão parte da base da matriz elétrica brasileira, lugar hoje ocupado pela hidrelétricas. Segundo ele, as térmicas a óleo diesel e óleo combustível estão com os dias contados, e elogiou a decisão do governo de realizar um leilão inédito de usinas termelétricas no ano que vem para substituir parte dessas usinas mais poluentes no País.

O leilão deve ocorrer no ano que vem para substituir um pouco mais de 3 mil megawatts médios de usinas que têm contratos vencendo entre 2023 e 2025.

Segundo Barata, no passado a ideia já era introduzir as usinas a gás natural na matriz elétrica brasileira, mas a falta do insumo obrigou a contratação de usinas a óleo para garantir a segurança do sistema.

"Nossa expectativa no início do ano 2000 é que tivesse participação de térmicas a gás, mas em 2007 e 2008 acabou se comprando (usinas a) óleo combustível e diesel, que tem um CVU (custo) muito alto, ma que felizmente não temos utilizado e estão com seus dia contatos", disse durante palestra no Encontro Nacional do Setor Elétrico (Enase) dedicado ao setor de gás, o Enase Gás, que acontece em paralelo ao evento principal (Enase 2019).

Ele citou as usinas térmicas de Cuiabá, Araucária e Uruguaiana como exemplo de "excelentes" térmicas a gás que não podem ser despachadas no Sistema Interligado Nacional (SIN) por falta de gás acessível

Segundo ele, a necessidade de usinas menos poluentes a gás natural "é o casamento perfeito" com a necessidade de uso do gás natura que virá do pré-sal.

Como no Brasil o gás natural é associado ao petróleo, o aumento de produção só poderá ocorrer se houver utilização do gás natural, que hoje é em grande parte reinjetado nos reservatórios pelas petroleiras, técnica que deverá sofrer restrições da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) por ser considerada danosa ao meio ambiente.

Fonte: Estadão Conteúdo
Texto extraído do portal Istoé Dinheiro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
17/09/19 - Trump diz não ver necessidade de liberar reserva de petróleo após ataque na Arábia Saudita
  - Alta no preço do petróleo pode melhorar cenário para o etanol no Brasil
  - Petróleo puxa alta de açúcar e milho
  - Petróleo tem forte queda com notícia de retorno mais rápido na produção saudita
  - Produção de petróleo saudita retornará mais rápido que se pensava, dizem fontes
12/09/19 - Ministro de Minas e Energia destaca preço do diesel menor que no ano passado
10/09/19 - Comissão ouve ministro de Minas e Energia sobre preço do óleo diesel
06/09/19 - Petrobras aumenta preço do diesel e da gasolina a partir desta quinta
26/08/19 - Diesel e etanol sobem nos postos na semana, enquanto gasolina tem retração, diz ANP
20/08/19 - Petrobras paralisa maior unidade de diesel para manutenção na Replan por 36 dias
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Térmicas a diesel e óleo combustível estão com os dias contados, diz ONS
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: