UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Plantio de soja em Goiás é antecipado para 25 de setembro  

06/09/2019 - Após anos de discussão com produtores, entidades e pesquisadores e, principalmente, depois das recentes alterações nos vazios sanitários de Estados limítrofes de Goiás, nesta semana a Agência de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) publicou no Diário Oficial do Estado a Instrução Normativa 002/2019, que altera a data final do vazio sanitário da soja de Goiás para a safra 2019/20. Agora os produtores rurais estão autorizados a fazer o plantio da oleaginosa a partir do dia 25 de setembro.

O assunto voltou à pauta após Minas Gerais ter liberado o início da semeadura a partir de 16 de setembro de cada ano, mesmo prazo definido pelos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

A medida aumentou o receio dos produtores das regiões fronteiriças, o que exigiu uma nova discussão sobre o tema. Em julho, produtores, técnicos e representantes da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Goiás (Aprosoja-GO), da Associação Goiana dos Produtores de Algodão (Agopa) e da Federação de Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) chegaram ao entendimento quanto à solicitação para mudança no vazio sanitário de Goiás.

Por precaução, e tendo como base também as condições pluviométricas de Goiás, a alteração solicitada foi de apenas 06 dias. Isso evita o alongamento indesejado da janela de plantio, o que poderia trazer maior pressão da ferrugem asiática sobre as lavouras mais tardias.

"Nós temos muita responsabilidade com a cultura da soja em Goiás, especialmente com a defesa fitossanitária. Por isso, apoiamos a mudança mais comedida possível, antecipando seis dias e não 15, como ocorre nos Estados vizinhos", explica o presidente da Aprosoja-GO, Adriano Barzotto.

Mesmo pequena, a antecipação também trará condições mais favoráveis à cultura do algodão safrinha, que precisa ser plantada precocemente, dentro do mês de janeiro, para se obter melhor qualidade da fibra.


Precaução

A Aprosoja-GO ressalta que a medida adotada em Goiás é de caráter experimental e, por enquanto, vale apenas para a safra 2019/20. As entidades envolvidas vêm trabalhando em conjunto com instituições de pesquisa públicas e privadas para realizar um criterioso monitoramento das condições de ferrugem asiática na safra que se inicia, visando avaliar os impactos da antecipação do plantio e orientar as futuras discussões sobre o tema.

O consultor técnico da Aprosoja-GO, Cristiano Palavro, destaca que, apesar de poder plantar mais cedo, é fundamental que os produtores sigam avaliando as condições de umidade para iniciar a semeadura da soja. "Assim o produtor evita prejuízos com a má formação do stand de plantas e também necessidade de replantio", explica Palavro.

Fonte: Aprosoja GO
Texto extraído so portal Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
17/09/19 - Colheita do milho safrinha se encerra no Paraná, segundo Deral
  - Grãos/Deral: no Paraná, colheita da 2ª safra de milho é colhida; de trigo atinge 44%
  - USDA baixa para 54% índice de lavouras de soja dos EUA em boas condições
  - Cotações do milho abrem a terça-feira em baixa na Bolsa de Chicago
  - Commodities agrícolas corrigem últimas altas e em Chicago, soja acompanha nesta 3ª
  - Milho sobe 1,63% na Bolsa de Chicago com rali do petróleo e compras de etanol
  - Mercado em Chicago deve focar na demanda pela soja americana. Uma reação consistente dos preços
  depende do apetite chinês
  - Soja/EUA: exportadores relatam vendas de 260 mil t para a China
  - Soja: Mercado fecha estável em Chicago, mas sobe mais de 1% no interior do Brasil
16/09/19 - Após 3 meses, termina vazio sanitário e plantio de soja é liberado em RO
  - Estudo do Cesb mostra potencial de crescimento da cultura de soja no Brasil
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Plantio de soja em Goiás é antecipado para 25 de setembro
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: