UDOP - União Nacional da Bioenergia

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Dólar opera em queda após adiamento de tarifas dos EUA sobre China  

12/09/2019 - O dólar opera em queda nesta quinta-feira (12), seguindo a melhora do humor dos mercados externos após o adiamento da entrada em vigor das novas tarifas de importação dos Estados Unidos sobre produtos chineses.

Às 9h04, a moeda norte-americana era vendida a R$ 4,0396, em queda de 0,63%. Veja mais cotações.

Na véspera, a moeda dos EUA teve queda de 0,72%, e encerrou a R$ 4,0653 na venda.

Na noite de quarta-feira o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou o adiamento, de 1º para 15 de outubro, o aumento das tarifas de importação sobre US$ 250 bilhões de produtos chineses, "como um gesto de boa vontade".

Trump disse que o adiamento foi "a pedido do vice-primeiro-ministro da China, Liu He, e devido ao fato de que a República Popular da China comemorará seu 70º aniversário". As tarifas irão subir de 25% para 30% sobre o valor dos bens a partir de 15 de outubro.

Fonte: Portal G1
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
18/11/19 - Milho se desvaloriza em Chicago no aguardo de novos números do USDA
  - Banco Europeu de Investimento vai parar de financiar combustíveis fósseis
  - Milho: Semana começa com estabilidade para as cotações na Bolsa de Chicago
  - Soja inicia semana com leves altas em Chicago de olho nas negociações China x EUA
  - Dólar recua ante real com negociações EUA-China e reformas no radar
  - Dólar supera R$4,20 e tem máxima histórica para um fechamento com exterior e questões locais
14/11/19 - Dólar tem 2ª maior cotação de fechamento na história depois de bater R$4,20
  - Dólar recua ante real após fechar perto de recordes no dia anterior
13/11/19 - Dólar opera em alta e chega a R$ 4,18
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Dólar opera em queda após adiamento de tarifas dos EUA sobre China
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: