UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Soja: Chicago tem leves baixas nesta 4ª com atenções entre fundamentos e financeiro  

18/09/2019 - Os preços da soja seguem atuando com estabilidade na Bolsa de Chicago nesta quarta-feira (18), porém, do lado negativo da tabela. Os futuros da oleaginosa, por volta de 13h20 (horário de Brasília), recuavam entre 3,50 e 5 pontos nos principais contratos.

Assim, o novembro/19, referência para a safra americana era cotado a US$ 8,88 por bushel, enquanto o maio/20, referência para a safra do Brasil, tinha US$ 9,26 por bushel.

O mercado segue bastante cauteloso e em compasso de espera, principalmente, sobre as notícias que devem chegar sobre as relações entre China e Estados Unidos. Nos últimos três dias foram anunciadas compras chinesas de soja no mercado americano, porém, sem força para provocar uma reação mais expressiva das cotações.

Um novo encontro entre as duas delegações deverá acontecer nos próximos dias, em Washington, para preparar os ânimos e o terreno para o encontro de outubro entre os representantes chineses e americanos do alto escalão.

A volatilidade também pode se acentuar ao longo do dia com a s declarações que podem vir da reunião do Federal Reserve, iniciada ontem, e que podem impactar diretamente o andamento do mercado financeiro e do mercado de câmbio. Atenção dos traders a esse fator também, portanto.

De olho nessas expectativas, o dólar sobe nesta quarta-feira, e frente ao real a alta é de 0,34%, levando a moeda norte-americana a R$ 4,09.

Do lado dos fundamentos, o mercado se atenta ao clima no Corn Belt, já que a colheita do milho já está em andamento e a da soja deve começar em mais algumas semanas. O atraso é considerável, porém, nesse momento, sem ameaças severas de geadas que pudessem comprometer ainda mais a safra norte-americana.

O início do plantio no Brasil e o atraso das chuvas em importantes regiões produtoras também começa, aos poucos,a ser observado pelo mercado internacional.

Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
17/10/19 - Índices europeus caem com moderação de expectativas sobre o Brexit
  - Milho segue valorizado na Bolsa de Chicago nesta quinta-feira
  - Dólar tem estabilidade contra o real em meio a otimismo sobre o Brexit
  - Soja sobe em Chicago nesta 5ª com perspectivas melhores sobre acordo China x EUA
  - Soja fecha em baixa na CBOT pressionada pela ausência de notícias sobre China e EUA
  - Soja em Chicago tem mais uma dia de queda com desencontro de informações e incertezas sobre oferta e
  demanda do grão
  - Plantio da safra 2019/20 de soja no MS chega a 5,3% da área estimada
  - Plantio da soja chega a 167,6 mil hectares em Mato Grosso do Sul
16/10/19 - Milho segue com baixas em Chicago após classificações de safras não caírem como o esperado
  - Avanço da colheita deixa milho em baixa na Bolsa de Chicago nesta quarta-feira
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Soja: Chicago tem leves baixas nesta 4ª com atenções entre fundamentos e financeiro
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: