UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Procon vai fiscalizar postos após alta de combustíveis em Araçatuba  

19/09/2019 - A Fundação Procon, em Araçatuba, acionou a equipe de fiscalização para que seja feita uma análise em relação a recente alta nos preços dos combustíveis na cidade. Segundo o diretor do Procon de Araçatuba, Carlos Eduardo Bogar Spegiorin, os fiscais estarão analisando os documentos para saber se há ou não possíveis abusos nos preços praticados nos postos da cidade. "Nós analisamos notas fiscais, cupons de compra e venda, caso haja uma margem muito maior de lucro, tomamos as medidas cabíveis", explica.

Um dia após a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) emitir comunicado de que irá punir os postos que praticarem preços abusivos na esteira da crise do petróleo, os revendedores de Araçatuba reajustaram os valores da gasolina e etanol. O aumento chega a R$ R$ 0,40 por litro. O litro do derivado do petróleo está sendo vendido entre R$ 4,349 e R$ 4,399. Já o do etanol, entre R$ 2,749 e R$ 2,799. Antes da alta, o consumidor pagava entre R$ 3,889 e R$ 4,299 pelo litro da gasolina, e de R$ 2,339 a R$ 2,499 pelo do etanol.

Consumidores relataram a alta de preços, após a crise do petróleo provocada pelo ataque à petroleira Saudi Aramco, na Arábia Saudita. A prática de aumento de preços, no entanto, vai na contramão da decisão da Petrobras de não elevar os preços dos combustíveis nas refinarias, até porque a produção na Arábia Saudita já foi restabelecida e os preços do petróleo estão estáveis.

No Brasil, os preços são livres, mas segundo a ANP, não há motivos para o aumento, uma vez que não há riscos de faltar petróleo no País. De outro lado, para justificar o aumento em Araçatuba, os revendedores falam em fim de promoções, reajustes das distribuidoras e até dificuldade para comprar etanol.

"O mercado de combustíveis é de livre concorrência, porém o empresário não pode se aproveitar de uma situação para ter lucro exacerbado e colocar o consumidor em desvantagem. Eles terão que se justificar", afirma Spegiorin. Um posto da Aviação que comercializava o litro da gasolina a R$ 4,199, passou a vender a R$ 4,399, alta de 4,7% Já o etanol passou de R$ 2,499 para R$ 2,799, aumento de 12%. Outro revendedor, na Waldir Felizola de Moraes, vendia a gasolina a R$ 4,299 e passou a comercializar a R$ 4,399. O etanol, por sua vez, passou de R$ 2,499 para R$ 2,799.


ETANOL

Os valores do etanol subiram a reboque da crise do petróleo. Segundo o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), o preço do etanol hidratado apontou R$ 1,784 por litro, 1,83% a mais do que na última sexta-feira (13). Ainda de acordo com o Centro, a alta deve-se a uma expectativa de aumento de consumo do etanol, diante de possível aumento da gasolina. Para a Única (União da Indústria de Cana-de-Açúcar), porém, a alta do etanol é um movimento normal de mercado, justificado pela demanda aquecida.


CONSUMIDOR

A ANP orienta o consumidor a denunciar ao Procon, caso constate prática abusiva de preços. A Agência Nacional informou, ainda, que está atenta aos preços praticados e que faz ações de campo para confirmar suspeita de preços abusivos, em conjunto com o Procon, para penalizar os infratores.

Julia Smanioto
Fonte: Folha da Região - Araçatuba/SP
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
17/10/19 - Etanol: governo destina apenas ao produtor local cota sem tarifa
  - Renata Beckert Isfer assume Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME
  - Açúcar: preços caem puxados por dados da China e da Índia
  - Camex muda distribuição da cota do etanol
16/10/19 - Com setembro mais seco, usinas aceleram moagem de cana-de-açúcar em MS
14/10/19 - ANP: gasolina sobe em 17 estados; valor médio avança 0,21% no país
10/10/19 - Gasolina de Santa Catarina é a mais barata do Brasil
09/10/19 - EPE publica o 2º caderno da série de formação de preços de combustíveis
  - Carros movidos por gasolina podem ser proibidos no Brasil em 2060
08/10/19 - 11 países europeus querem matar diesel e gasolina em 2030
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Procon vai fiscalizar postos após alta de combustíveis em Araçatuba
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: