UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Cana-de-açúcar Aumentar a letra    Diminuir a letra
Produção de açúcar e etanol dispara na 2ª quinzena de setembro  

09/10/2019 - Favorecida pelo tempo mais seco, a moagem de cana do centro-sul do Brasil na segunda quinzena de setembro somou 35,08 milhões de toneladas, aumento de 26% ante o mesmo período do ano passado, colaborando para uma alta ainda maior na produção de açúcar e etanol no período, informou nesta quarta-feira a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica).

O processamento, ainda assim, veio abaixo do volume de 36,44 milhões de toneladas esperado pela S&P Global Platts, que apontou menos dias perdidos de moagem por chuvas na segunda quinzena, ante o mesmo período do ano passado, para explicar o avanço dos trabalhos.

A produção de açúcar do centro-sul no período atingiu 1,79 milhão de toneladas, alta de 39,15% ante o mesmo período do ano passado.

Já a produção de etanol da principal região produtora somou 2,18 bilhões de litros, alta de 32,98% na mesma comparação.

"Em virtude do maior teor de ATR (Açúcar Total Recuperável) para ser convertido em produto, tanto a produção de açúcar como de etanol registrou robusto crescimento na segunda quinzena de setembro em relação ao mesmo período da última safra", apontou a Unica.

A quantidade de ATR atingiu 157,31 kg nos 15 dias finais de setembro, 6,82% maior comparativamente ao observado na mesma data do ano anterior. Contudo, no comparativo do acumulado da safra, o volume de ATR permanece 2,37% menor.


Fim da safra

No acumulado desde o início do ciclo 2019/2020, a moagem alcançou 472,80 milhões de toneladas, 2,71% superior ao mesmo período da temporada anterior.

Isso indica, segundo avaliações de analistas, que restam ao centro-sul pouco mais de 100 milhões de toneladas de cana para processamento no atual ciclo.

Segundo relatório da S&P Global Platts, integrantes de usinas têm comentado que a safra pode ser encerrada antes do normal, devido ao tempo seco que tem favorecido o ritmo mais forte de colheita.

Até 1º de outubro, sete unidades já haviam terminado a moagem em 2019/2020, mesma quantidade registrada no período do ciclo agrícola anterior. "Essas empresas registraram uma redução de 35,7% na moagem", pontuou a Unica.

No acumulado da safra até 1º de outubro de 2019, a produção de etanol alcançou 25,16 bilhões de litros (+2,71%), dos quais 17,54 bilhões de litros de hidratado e 7,62 bilhões de litros de anidro.

Quanto ao açúcar, a produção acumulada atingiu 21,80 milhões de toneladas, ante 22,33 milhões de toneladas em igual período de 2018, com usinas favorecendo o biocombustível, mais rentável --o chamado mix de produção aponta que, até aqui, 64,6% da cana foi utilizada para produção de etanol nesta temporada.

Em setembro, as vendas de etanol hidratado no mercado doméstico atingiram 1,93 bilhão de litros, mesmo patamar registrado em igual período de 2018, acrescentou a Unica.

Roberto Samora; edição de Marta Nogueira
Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
11/12/19 - Moody´s melhora perspectiva para setor de etanol e açúcar do Brasil
  - Por ser mais açucareira, usina consorciada do Noroeste paulista adia inauguração para 2020
  - Mercado de açúcar dos EUA enfrenta crise após colheita fraca
  - Açúcar: contratos futuros valorizam nas bolsas de Londres e NY
  - COP 25: Setor já reflorestou mais de 200 mil hectares de mata
  - PE: Setor sucroalcooleiro ganha mais espaço com Câmara Setorial
10/12/19 - Açúcar/Cepea: maior procura eleva preço do cristal no spot
  - Moagem acumulada até novembro ultrapassa resultado da safra 2018/2019
  - Etanol/Cepea: em alta há 3 meses, preço do hidratado supera os R$ 2,00/litro
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Produção de açúcar e etanol dispara na 2ª quinzena de setembro
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: