UDOP - União Nacional da Bioenergia

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

FALTAM APENAS

DIAS

HORAS

MINUTOS

SEGUNDOS

PARA O EVENTO MAIS INOVADOR DO SETOR

EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Clima e negociações comerciais atuam e milho sobe em Chicago nesta quinta-feira  

18/10/2019 - A quinta-feira (17) chega ao final com valorização para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registraram altas de 3,00 pontos.

O vencimento dezembro/19 foi cotado à US$ 3,94 com alta de 3 pontos, o março/20 valeu US$ 4,06 com valorização de 3 pontos, o maio/20 foi negociado por US$ 4,12 com elevação de 3 pontos e o julho/20 teve valor de US$ 4,17 com ganho de 3 pontos.

Esses índices representaram valorizações, com relação ao fechamento da última quarta-feira, de 0,77% para dezembro/19, de 0,74% para o março/20 e de 0,73% para o maio/20, e 0,72% para o julho/20.

Segundo informações da Agência Reuters, os futuros de milho aumentaram apoiados por preocupações com o tamanho das culturas dos Estados Unidos, enquanto os traders continuaram monitorando as perspectivas de um acordo comercial parcial entre EUA e China.

O assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse na quinta-feira que o "sério compromisso" da China de comprar entre US$ 40 bilhões e US$ 50 bilhões em produtos agrícolas dos EUA, como parte de um acordo comercial de fase 1, dependeria em parte de empresas privadas e condições de mercado.

O acordo foi revelado na Casa Branca na semana passada, durante uma visita do vice-primeiro-ministro da China, Liu He, como parte de uma tentativa de acabar com uma guerra comercial entre Pequim e Washington, que abalou os mercados e impulsionou o crescimento global.

"Os futuros de milho da CBOT também subiram com a notícia de que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) disse na quarta-feira que coletaria informações adicionais sobre a área de milho e soja em Minnesota e Dakota do Norte após a recente nevasca e poderá publicar mudanças em seu relatório de produção de 8 de novembro", aponta o analista Bem Potter.


Mercado Interno

No mercado físico brasileiro, a terça-feira registrou cotações permanecendo sem movimentações, em sua maioria. Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, não foram registradas desvalorizações.

Já as valorizações foram percebidas nas praças de Assis/SP, Oeste da Bahia, Pato Branco/PR, Ubiratã/PR, Londrina/PR, Tangará da Serra/MT, Campo Novo do Parecis/MT, Rondonópolis/MT, São Gabriel do Oeste/MT, Itiquira/MT, Campinas/SP (3,45% e preço de R$ 44,33) e Luís Eduardo Magalhães/BA (6,25% e preço de R$ 34,00).

De acordo com o reporte diário da Radar Investimentos, os preços do milho estão em alta nas principais praças produtoras do país. "O atraso do plantio em algumas áreas devido a escassez do plantio, a força do dólar e a oferta contida dos produtores são os principais motivos para este comportamento".

17/10/19
Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/11/19 - Soja segue em alta na Bolsa de Chicago nesta 3ª, mas sem força e à espera de notícias
  - Milho segue subindo em Chicago nesta terça-feira na esteira da lenta colheita americana
  - USDA informa nova venda de milho de 191 mil t
  - Milho: colheita lenta sustenta leves altas em Chicago nesta terça-feira
  - Dólar opera em alta após recorde de fechamento na véspera e chega a R$ 4,21
  - Safra 2019/20 de soja deverá ter uma área 2,3% maior
  - Milho fecha a 2ªfeira em queda influenciada por clima bom no Brasil e incertezas comerciais
18/11/19 - Milho: Demanda aquecida segue elevando preços no spot
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Clima e negociações comerciais atuam e milho sobe em Chicago nesta quinta-feira
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: