Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Ibovespa tem leve recuo diante de instabilidade política
Publicado em 11/11/2019 às 14h12
O Ibovespa registrava leve queda na sessão desta segunda-feira, com a instabilidade política que tomou conta do Brasil e da América Latina nos últimos dias ainda repercutindo, enquanto investidores mantêm atenção sobre as negociações comerciais entre Estados Unidos e China.

Homem tira foto de telão com flutuações do mercado na bolsa paulista 21/03/2019 REUTERS/Nacho Doce
Às 11h16, o Ibovespa caía 0,12%, a 107.495,07 pontos. O volume financeiro somava 2,26 bilhões de reais.

Após perder 0,52% na semana passada, depois de quatro altas semanais consecutivas, o Ibovespa continua operando com viés negativo, com agentes financeiros ainda estudando os possíveis desdobramentos da liberdade do ex-presidente Lula no cenário político doméstico.

Analistas da XP Investimentos avaliam que a liderança política de Lula pode atrapalhar a vida do governo no Congresso, em especial, nas pautas econômicas impopulares.

Ainda na América Latina, a renúncia de Evo Morales na Bolívia em meio a uma grave crise política deflagrada por acusações de fraude na eleição de outubro também preocupa investidores, já que a situação contribui para uma visão global de instabilidade política no continente, afastando capital estrangeiro.

No âmbito internacional, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que só fecharia um acordo com Pequim se fosse o negócio certo para os EUA. Trump também afirmou que houve relatos incorretos sobre a disposição dos EUA de suspender tarifas, que ele disse serem responsáveis por dezenas de bilhões de dólares para os Estados Unidos.


Destaques

- VALE ON perdia 1,7%, corroborando na queda do índice, após a empresa informar que as vendas de minério de ferro e pelotas em 2019 deverão ficar abaixo do projetado anteriormente.

- AZUL PN caía 1,7%, continuando a trajetória de alta após a forte valorização do dólar nos últimos dias, prejudicando o setor. GOL PN recuava 1,2%.

- CVC BRASIL recuava 0,2%, em sessão de ajustes após despencar mais de 15% na sexta-feira, em sessão marcada por divulgação de resultado trimestral.

- IRB BRASIL ON ganhava 1%, também corrigindo preços após forte queda na última sessão.

- BR PROPERTIES ON, que não está no índice, saltava 4,8%, após anunciar que fará oferta de ações que pode levantar até 1 bilhão de reais.

- BRADESCO PN recuava 0,35%, acompanhado de SANTANDER BR UNT, que perdia 0,13%. No setor, ITAÚ UNIBANCO era o único com viés positivo, registrando alta de 1,5%.

- PETROBRAS ON e PETROBRAS PN avançavam 0,2% e 0,7%, respectivamente, reduzindo a queda do índice.

- JBS ON ganhava 0,6%, na liderança positiva do índice. No setor, MARFRIG ON caía 1% e BRF FOODS ON tinha baixa de 0,7%.
Peter Frontini
Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas