Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Usina São José da Estiva começou a safra 2020/21 prevendo recorde
Publicado em 04/05/2020 às 08h55
Usina São José da Estiva começou a safra 2020 /21 no dia 2 de abril com previsão recorde de moagem. A expectativa de produção, mais de 3,5 milhões de toneladas de cana, foi projetada no final de 2019 e leva em consideração os resultados alcançados na lavoura, bem como melhorias e investimentos na indústria.

Segundo Paulo Kronka, gerente de Área Agrícola, os investimentos foram feitos para renovar canaviais, ampliar a área de plantio e para a troca de equipamentos, ações que permitem a entrega de matéria-prima e atenda a demanda da indústria. "Os investimentos alcançaram, desde a preparação e renovação de canaviais, novos equipamentos e capacitação da nossa equipe", afirmou o gerente.

Os investimentos e mudanças na indústria, por sua vez, prometem uma safra com números promissores. "Estimamos uma safra com moagens mais elevadas e estáveis", disse Marco Antonio Cardoso de Toledo, gerente de Área Industrial.

Bruno Damascena, gerente de RH, destacou o esforço dos colaboradores da companhia para alcançar os índices projetados para a safra em andamento. "São profissionais capacitados, com experiência em sua área de atuação, o que faz uma grande diferença para alcançarmos nossas metas", disse.

De acordo com Robert Holland, superintendente da usina, cada colaborador faz um trabalho indispensável para que, ao final da temporada, os resultados possam ser comemorados. "Contamos mais uma vez com essa força e comprometimento, pois sabemos que os colaboradores são nosso maior patrimônio", ressaltou.


Safra inicia com benção

Sob a benção de São José, seu padroeiro, a usina começou a safra com a visita do padre Fábio Pagotto, da Paróquia São Jose, de Novo Horizonte/SP, que percorreu todas as dependências externas da companhia, confinamento e Departamento Agrícola.

A ação substituiu a tradicional missa em Ação de Graças, devido às medidas de isolamento impostas para evitar a disseminação do coronavírus.

Para os diretores, a benção do padre Fábio é um gesto que simboliza a entrega de toda a safra e do trabalho nas mãos de Deus. "Acreditamos na força divina para superarmos os desafios que estão por vir", finalizam.
Andréia Vital
Fonte: Jornal Cana
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.