Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
#DesafiodoEtanol - CEO da Toyota: "etanol é um símbolo do desenvolvimento tecnológico"
Publicado em 02/07/2020 às 15h46
Foto Notícia
Desafiado pelo acionista do Grupo Cocal, diretor da UDOP e conselheiro da Unica, Carlos Ubiratan Garms, o CEO da Toyota do Brasil, Rafael Chang aderiu a Campanha #AbasteçacomEtanol e gravou um vídeo destacando os benefícios do etanol.

Em seu depoimento Rafael Chang destaca: "recebi o desafio do meu amigo Ubiratan Garms para falar sobre a importância do etanol, mas será que falar do etanol é um desafio? Para mim na realidade é uma ótima oportunidade, primeiro porque o etanol é uma resposta para as demandas ambientais, sobretudo sendo um combustível menos poluente, e segundo pela contribuição do etanol para a indústria e economia brasileiras".

O CEO da Toyota destacou ainda em seu depoimento "para a Toyota essa parceria com o etanol é um símbolo do desenvolvimento tecnológico da engenharia brasileira e também a contribuição para o meio ambiente aqui do Brasil e na América Latina, com a introdução, pela primeira vez no mundo, da tecnologia hibrido flex do Corolla, nosso compromisso".

A campanha foi lançada na última quinzena de maio pelas principais entidades do setor sucroenergético e já desafiou mais de 100 autoridades e executivos a gravarem seus vídeos de apoio ao #DesafiodoEtanol.

O diretor da UDOP e conselheiro da Unica, Carlos Ubiratan Garms foi pioneiro na campanha para abrir o #DesafiodoEtanol para além da porteira do setor e além do CEO da Toyota desafiou ainda: o vice-governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia e o ex-ministro Aldo Rebelo. Assista aos vídeos abaixo.

Confira aqui o desafio lançado pelo acionista do Grupo Cocal, Carlos Ubiratan Garms.

Veja aqui o vídeo do CEO da Toyota do Brasil, Rafael Chang.

Veja aqui o desafio aceito pelo vice-governador, Rodrigo Garcia.

Assista também ao vídeo do Ex-Ministro Aldo Rebelo.
Rogério Mian
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
Mais Lidas