Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Futuros do açúcar fecham em baixa nos mercados internacionais; demanda baixa tira pressão sobre preços
Publicado em 27/08/2021 às 07h41
Foto Notícia
A lenta demanda mundial por açúcar tirou a pressão do mercado nesta quinta-feira (26) nas principais bolsas internacionais. O dia foi marcado por um mercado mais consolidado e a commodity fechou em baixa na maioria dos contratos.

Um corretor dos EUA disse a analistas da Reuters que o mercado ainda está preso "entre a demanda fraca e a queda na safra do Brasil".

Em Nova York a quinta-feira foi de baixa nos quatro primeiros lotes do açúcar bruto. No vencimento outubro/21 a commodity foi contratada ontem a 19,68 centavos de dólar por libra-peso, queda de 5 pontos no comparativo com a véspera, ou 0,3%. Já o lote março/22 desvalorizou 12 pontos, negociado a 20,34 cts/lb. Os demais contratos oscilaram entre queda de 6 pontos a valorização de 6 pontos.

Segundo a Reuters, nesta quinta-feira, a Consultoria Job Economia cortou suas estimativas para a safra Centro-Sul brasileira. "Já a trader de alimentos Czarnikow disse que a margem de importação de açúcar bruto da China é a mais fraca desde dezembro de 2019, devido aos altos preços dos futuros e frete caro. Como este resultado, acrescentou a trading, a China poderia importar 1,5 milhão de toneladas a menos de açúcar do que em 2020".

Açúcar branco

Em Londres o açúcar branco também fechou em baixa em quase todos os lotes, as únicas exceções foram os contratos dezembro/21 e março/22 que fecharam com queda de 20 cents de dólar e estável, respectivamente. O primeiro contrato, para outubro/21, foi contratado ontem em US$ 477,20 a tonelada, recuo de 1,60 dólar no comparativo com a véspera.

Açúcar cristal

No mercado doméstico a quinta-feira foi marcada por mais uma alta no Indicador Cepea/Esalq, da USP para o açúcar cristal. Ontem, as usinas negociaram o açúcar a R$ 136,31 a saca de 50 quilos, contra R$ 135,69 da véspera, alta de 0,46% no comparativo.

Etanol hidratado

O etanol hidratado também teve mais um dia de valorização nesta quinta. Ontem, o metro cúbico do biocombustível foi negociado a R$ 3.264,00, contra R$ 3.253,00 o m³ praticado na véspera, valorização de 0,34% no comparativo entre as datas.
Rogério Mian
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.