Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Inmet: Chuva retorna muito irregular para o Sul do Brasil e com chance de granizo nesta 2ª feira
Publicado em 17/01/2022 às 14h50
Foto Notícia
Depois de um longo período sem chuvas e com a temperatura máxima acima da média nos últimos dias, a semana começa com retorno da umidade para parte do Sul do Brasil, segundo as previsões mais recentes do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Segundo Andrea Ramos, meteorologista do Inmet, os modelos confirmam as previsões anteriores e o extremo sul do Rio Grande do Sul deve receber chuvas já nesta segunda-feira (17). Devido as temperaturas elevadas dos últimos dias, a especialista afirma que a chuva chega em forma de tempestade e com risco de queda de granizo em toda área.

"Chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h), e queda de granizo. Risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos", afirma o aviso publicado na página do Inmet.

Andrea acrescenta ainda que as chuvas devem trazer certo alívio para a região, mas que a distribuição deverá manter as características de Verão, ou seja, com irregularidade nos volumes e sem atingir todas as regiões do estado. Um sistema de baixa pressão na atmosférica e o deslocamento de uma frente fria passando pela Argentina e pelo Uruguai vai favorecer a formação de nuvens carregadas na região.

A parte oeste do Rio Grande do Sul ainda vai sentir os impactos da onda de calor e os termômetros devem bater a casa dos 40 graus novamente nesta segunda-feira (17). A tendência é que a onda de calor comece a perder força a partir de terça-feira (18). "Risco à saúde. Temperatura 5ºC acima da média por período de 03 até 05 dias", alerta o Inmet para esta segunda.

Segundo o modelo do Cosmo do Inmet, as chuvas desta semana não devem avançar com volumes significativos para Santa Catarina e Paraná. O modelo mostra que apenas a faixa leste dos dois estados devem ter chuvas mais expressivas.

A atualização do modelo de previsão estendida, divulgada nesta manhã pela Administração Oceânica e Atmosférica (NOAA) também mantém a previsão de chuvas para partes do Sul do Brasil nesta semana.

As previsões do modelo norte-americano são semelhantes ao do Inmet e indicam que boa parte da chuva não deve avançar de forma abrangente para Santa Catarina e Paraná. Os três estados podem ter acumulados entre 35mm e 50mm nos próximos sete dias.

A partir do dia 25 o tempo volta a ficar mais seco no Rio Grande do Sul, e a tendência volta a ser de chuvas expressivas no Centro-Norte do Brasil, com acumulados acima de 100mm em alguns pontos. Neste período há tendência para precipitação mais expressiva e abrangente em Santa Catarina e no Paraná.
Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas