Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

JBS Biodiesel inaugura unidade que dobra capacidade de produção do grupo
Publicado em 05/07/2022 às 08h08
Foto Notícia
Com o novo investimento, que somou R$ 180 milhões, a empresa disse que reforça o conceito de economia circular. Nova fábrica, a terceira em operação da JBS Biodiesel, tem uma área total de 76 mil metros quadrados.

A JBS Biodiesel, subsidiária da maior produtora global de carnes, anunciou hoje (4) o início das operações de uma nova fábrica em Mafra (SC), duplicando a capacidade de produção de biocombustível da companhia.

A nova fábrica, a terceira em operação da JBS Biodiesel, tem uma área total de 76 mil metros quadrados e capacidade de produção de aproximadamente 370 milhões de litros por ano.

Com a unidade, a capacidade da JBS saltou para cerca de 720 milhões de litros por ano, montante que equivale a pouco mais de 10% do volume de 6,76 bilhões de litros de produção do biocombustível do país em 2021, disse a empresa.

Com o novo investimento, que somou R$ 180 milhões, a empresa disse que reforça o conceito de economia circular no grupo, o que está em linha com o compromisso da JBS de se tornar Net Zero em 2040.

"Os biocombustíveis têm um papel importante na matriz energética brasileira, e o biodiesel tem um grande potencial de crescimento no país", disse o diretor Comercial da JBS Biodiesel, Alexandre Pereira, em nota.

A unidade vai utilizar matérias-primas como o óleo de fritura recuperado e o óleo de soja proveniente do esmagamento de grão para a produção de farelo que alimenta aves e suínos, disse a empresa, considerada a maior produtora mundial verticalizada de biodiesel a partir de sebo bovino.

Além de Mafra, a companhia possui uma unidade de biocombustível em Lins (SP) e outra fábrica em Campo Verde (MT)
Reuters
Texto extraído do portal Brasilagro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas