Soja realiza lucros nesta manhã de 3ª feira, mas não desvia foco do clima ruim nos EUA  

18/06/2019 - O mercado da soja tem uma leve realização de lucros na manhã desta terça-feira (18) na Bolsa de Chicago. As cotações da oleaginosa até chegaram a abrir o pregão com algumas altas, porém, logo os investidores buscaram garantir alguns ganhos se reposicionando. Assim, por volta de 7h20 (horário de Brasília), os futuros da commodity recuavam 3,50 pontos nos principais contratos.

O vencimento julho era cotado a US$ 9,09 por bushel, enquanto o agosto tinha US$ 9,15 e o novembro, US$ 9,36 por bushel. O mercado segue trabalhando acima do patamar dos US$ 9,00 na medida em que se mantém focado no adverso cenário da nova safra dos Estados Unidos.

"Os traders continuarão focados no clima enquanto os produtores americanos se atentam a plantar o que falta de sua área de soja", explicam os analistas da consultoria internacional Allendale, Inc.

Apesar das pequenas baixas observadas nesta manhã de terça - que chegam depois das intensas altas registradas no fechamento de ontem, de mais de 16 pontos - o mercado segue diante de um plantio ainda atrasado nos EUA e de previsões que mostram mais chuvas a frente, para as próximas semanas.

De acordo com os números trazidos ontem, no final de tarde, pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), o país tem 77% da área de soja plantada, contra 60% da semana passada. A aposta dos traders era do plantio já concluído em 80% da área. Em 2018, nesse mesmo período, o índice era de 96% e a média das últimas cinco temporadas é de 93%.

Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Imprimir