Moagem de cana registra alta em junho  

10/07/2019 - A moagem de cana-de-açúcar pelas usinas da Região Centro-Sul totalizou 46,08 milhões de toneladas na segunda quinzena de junho, ligeiramente acima das 45,54 milhões registradas em mesmo período de 2018. No acumulado desde o início da atual safra até 1º de julho, a moagem somou 216,88 milhões de toneladas, queda de 3,02% sobre as 223,65 milhões de toneladas observadas em igual período do ano passado.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (10), pela União da Indústria de Cana-de-açúcar (UNICA). Segundo a entidade, os impactos sobre a onda de frio que atingiram a região com a ocorrência de geadas ainda precisam ser calculados. ?Ainda precisamos de um mapeamento detalhado sobre o fenômeno para quantificar os prejuízos?, explica, em comunicado, Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da UNICA.

Segundo o executivo, ?é preciso verificar, por exemplo, a temperatura mínima de cada região, o tempo de exposição da planta ao frito, o estágio de desenvolvimento e a idade do canavial atingido, para se ter uma ideia clara dos danos causados?.


Qualidade da matéria-prima

Nos últimos 15 dias de junho, a quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) atingiu 134,50 kg por tonelada de cana-de-açúcar, contra 139,84 kg na mesma quinzena de 2018.

No acumulado desde o início da safra 2019/2020, a concentração de ATR foi inferior em quase 5 kg quando comparada ao valor apurado para o mesmo período do ciclo passado (124,08 kg de ATR por tonelada este ano, ante 129,00 kg de ATR por tonelada em 2018/2019).

Fonte: Datagro
Texto extraído do portal Universoagro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Imprimir