Milho: Mercado futuro trabalha com ligeiras desvalorizações nesta 4ª feira em Chicago  

18/09/2019 - As cotações futuras para o milho operam com ligeiras desvalorizações próximo da estabilidade na Bolsa de Chicago (CBOT). O principal vencimento trabalha com estabilidade e os demais com quedas entre 0,50 a 0,25 pontos, por volta das 11h17 (Horário de Brasília). O contrato dezembro/19 operava a US$ 3,68 por bushel, o março/20 estava cotado a US$ 3,79 por bushel e o maio/20 trabalhava a US$ 3,88 por bushel.

De acordo com as informações do Tony Dreibus, da Successful Farming, os contratos futuros dos grãos foram modestamente mais altos nas negociações da noite para o dia, com otimismo sobre as negociações comerciais entre os EUA e a China, que devem começar esta semana. "Uma delegação chinesa voará para Washington para resolver as rugas entre os países, as duas maiores economias do mundo, antes das negociações de alto nível programadas para o próximo mês", afirmou Dreibus.


B3

Os preços futuros do milho no mercado brasileira (B3) operam em campo negativo nesta quarta-feira (18). Por volta das 11h12 (horário de Brasília), o vencimentos novembro/19 exibia uma valorização de 0,20% cotado a R$ 39,33 a saca. Já o contrato o janeiro/20 trabalhava a R$ 40,66/sc com uma alta de 0,02%.

De acordo o boletim matinal da Radar Investimentos, o produtor mantém a postura de cadenciar as vendas, já que não há pressa em negociar o cereal armazenado. Essa postura tem se arrastado nos últimos dias. Já o comprador possui um sentimento apreensivo para o abastecimento nos próximos meses.

Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Imprimir