Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Após 24h, bombeiros controlam fogo em tanque de combustível de usina
Publicado em 13/09/2016 às 10h27
Após 24h, os bombeiros conseguiram controlar o incêndio que atingiu um taque de combustível em uma usina de cana-de-açúcar, na rodovia Antonio Celidônio Ruette, em Paraíso (SP), região de Catanduva (SP). Bombeiros de todo o interior de São Paulo e até da Capital foram acionados para a ocorrência.

Os bombeiros conseguiram resfriar os outros tanques e evitar que o fogo se espalhasse para os outros tanques que também estão carregados com etanol. Eles jogaram uma espuma para abafar as chamas que ficaram. O trabalho de resfriamento dos outros tanques e do rescaldo continuam e ainda não há previsão para acabar, segundo os bombeiros.

Assim que o incêndio foi controlado, os bombeiros conseguiram circular pela área para avaliar os danos causados pelo fogo. Apesar do vento, a fumaça tóxica tem ido para o lado oposto ao da cidade. O trabalho da moagem da usina precisou ser interrompido e nenhum funcionário ficou ferido.

A corporação informou por meio de nota que a ocorrência foi caracterizada como de grande emergência e, por isso, foi estabelecido o Sistema de Comando de Emergências (SICOE), o Plano de Auxílio Mútuo das Usinas da região de Catanduva e foi mobilizado 30 bombeiros das unidades de Ribeirão Preto, Araçatuba e Bauru para apoiar no atendimento.

"O trabalho está sendo árduo e arriscado, com a caloria advinda das chamas dificultando muito a aproximação das equipes", diz a nota. Ao todo, foram usadas 12 viaturas do Corpo de Bombeiros com o apoio de 30 caminhões das usinas da região.


Entenda

O incêndio começou por volta das 8h de segunda-feira (12) no reservatório, que tem capacidade para cinco milhões de litros do combustível. Na área há outros cinco tanques de álcool. Os bombeiros foram para o local por volta das 9h para controlar o incêndio e evitar que se espalhesse.

De acordo com nota enviada pelo Corpo de Bombeiros, logo após o início do incêndio no parque de tanques da usina houve uma explosão no teto do tanque, que foi arremessado nas proximidades. Outro tanque de armazenamento de etanol superaqueceu e teve um incêndio em sua parte superior, já os outros tanques próximos estão sendo resfriados e não se incendiaram. A causa do incêndio é indeterminada e não há vítimas.

Além dos bombeiros, a equipe de brigada de incêndio da usina ajudou a combater o fogo e a resfriar os outros tanques. Técnicos da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) monitoraram o incêndio e o trabalho de contenção da água, usada para apagar as chamas já foi feito. Segundo a Cetesb, não há risco de contaminação do solo e de córregos próximos.

De acordo com a companhia, a usina tem licença para funcionamento e, em princípio, não houve danos ambientais. Ainda segundo a Cetesb, a fumaça emitida é bastante tóxica, mas como se trata de uma área rural não há o risco de atingir a população da cidade. A usina informou que vai investigar a causa do incêndio.
Fonte: Portal G1
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.