Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Grupo confirma aquisição da Usina Revati, de Brejo Alegre
Publicado em 12/11/2020 às 08h21
A direção da Renuka do Brasil S.A., confirmou na tarde desta quarta-feira (11), a venda da Usina Revati, de Brejo Alegre (SP). A concretização do negócio foi confirmada ao Hojemais Araçatuba pelo prefeito da cidade, Adriano Marcelo Bonilha (PV).

A reportagem também teve acesso ao áudio de um dos diretores da Renuka, que informou que a aquisição foi feita pelo Grupo Integra, pelo lance mínimo de R$ 263,5 milhões, conforme edital publicado no Diário de Justiça do Estado de São Paulo em 23 de junho.

Ainda de acordo com o edital, os envelopes com as propostas das interessadas foram abertos em 1.º de outubro de 2020, na sala de audiência da 1.ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de São Paulo SP.

"É com muito prazer que informo que tivemos sucesso. A Integra, empresa que examinou o ativo nos últimos 40 dias, teve o apoio dos bancos, necessário para concretizar a operação", informa o diretor.

Dezembro

Ele explicou que com a confirmação da negociação, tem início a fase de constituição da UPI (Unidade Produtiva Isolada), que deve ser entregue aos novos administradores até 19 de dezembro.

"Queria transmitir a todos vocês, em nome do Conselho de Administração da Renuka do Brasil SA, que conseguimos vencer mais essa etapa. Tivemos um comprador, acreditamos que eles terão sucesso nessa operação e seremos parceiros para que as melhores condições sejam criadas, para que tanto a Madhu (antiga Equipav, em Promissão), como a Revati, agora em novas mãos, tenham volume de cana necessário. E que os produtores, parceiros, funcionários, todos nós, tenhamos um futuro brilhante pela frente", declara .

Recuperação Judicial

A Usina Revati foi inaugurada pelo Grupo Equipav em 2008, com o nome de Biopav, mas em 2010 foi adquirida pelo grupo indiano Shree Renuka Sugar, que criou a Renuka do Brasil.

Em 2015, a Renuka entrou em recuperação judicial e no final de 2017, teve início a dispensa dos funcionários da unidade de Brejo Alegre, que foi seguida da suspensão das atividades.

Esperança

Ao término do seu segundo mandato, o prefeito da cidade conta que acreditava que essa negociação seria bem sucedida. De acordo com ele, com a suspensão das atividades, a arrecadação do município caiu quase 40%.

De acordo com ele, essa expectativa era reforçada pelo fato dos veículos do Grupo Integra, que assumirá a usina, estarem sendo vistos circulando pelo município, com seus representantes fazendo as vistorias necessárias para concretizar o negócio.

Notícia

Bonilha contou que era por volta das 16h30 quando ele recebeu uma ligação de um diretor executivo da Renuka, confirmando que a unidade havia sido vendida ao Grupo Integra, com o compromisso de entrega em dezembro.

"Para nós, é uma alegria muito grande. Para nós e para a região, pois vai voltar o emprego, a vida dos arrendatários de cana vai voltar ao normal", comentou.

O prefeito comentou que a localização e a estrutura da Revati são fatores que colaboram para que as atividades sejam retomadas e que o retorno das atividades sejam um sucesso.

A usina tem capacidade instalada de moagem de até 4,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e cogeração de até 157 MW de energia. A unidade conta ainda com uma fábrica de levedura seca, que pode produzir até 10 mil toneladas por safra.
11/11/2020
Lázaro Jr.
Fonte: Hojemais - Araçatuba
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas