Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

BNDES prorroga suspensão de novos financiamentos do Plano Safra até 15 de abril
Desde o dia 7 de fevereiro foram suspensos novos pedidos de financiamento por causa da falta de recursos para equalizar taxas de juros do crédito rural
Publicado em 04/04/2022 às 15h33
Foto Notícia
Em circular direcionada aos bancos, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou que prorrogou a suspensão da contratação de crédito rural no âmbito do Plano Safra 2021/22. Assim, permanecem suspensos novos pedidos de financiamento até o dia 15 de abril, "no tocante aos programas agropecuários do governo federal, com recursos do BNDES, salvo a linha de custeio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf)", diz a circular.

Desde o dia 7 de fevereiro foram suspensos, pelo Tesouro Nacional, novos pedidos de financiamento do Plano Safra 2021/22 por causa da falta de recursos para equalizar taxas de juros do crédito rural, normativa à qual o BNDES tem de acatar.

Com a alta da Selic definida pelo Copom, o Tesouro argumentou que há insuficiência de recursos para pagar a equalização das taxas nessas operações, já que aumentou a diferença entre a taxa básica atual e as cobradas de produtores.

Suspensão de crédito rural

As suspensões em financiamentos pelo BNDES ocorrem desde agosto do ano passado. Na ocasião, a linha do Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) e ainda o Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop) tiveram a contratação de recursos suspensas pelo banco.
Fonte: Estadão Conteúdo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas