Domingo, 19 de fevereiro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Com a palavra... | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Etanol Aumentar a letra    Diminuir a letra
ICMS do álcool maior ameaça investimento de R$ 100 mi  

06/10/2016 - Por enquanto, a medida que elevará o ICMS do etanol de 14% para 20% é apenas uma proposta de projeto de lei, enviada pelo governo estadual à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Mesmo assim, já gerou temores suficientes para o setor produtivo repensar investimentos. Somente a Usina Coruripe, que tem quatro unidades no Triângulo Mineiro, vai reavaliar um plano de expansão e modernização de R$ 100 milhões, previstos para os próximos 12 meses.

O diretor presidente da Coruripe, Jucelino Sousa, afirma que o grupo recebeu a notícia da elevação da alíquota do ICMS com muita surpresa. "Há menos de dois anos, o governo baixou a alíquota para 14% e isso foi essencial para o setor retomar investimentos. Agora muda o que foi feito e vem uma sensação de insegurança, pois o aumento vai reduzir o consumo e a competitividade do etanol. Estávamos com um plano de investimento de R$ 100 milhões, no entanto, com a mudança das expectativas, ele será revisado. Se tem baixa demanda, não tem retorno", diz.

A Usina Coruripe gera 7.000 empregos diretos e outros 5.000 indiretos. No ano passado, produziu 11,3 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. Para 2016, a previsão é chegar a 11,6 milhões.

O presidente da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), Mário Campos, afirmou que o projeto de lei anunciado pelo Estado provocou grande decepção e confirmou que a medida vai afastar investimentos. "Nos últimos anos, nove usinas foram fechadas em Minas. Há um ano e meio, graças à redução do ICMS do etanol para 14%, a recuperação começou. Já havia até investidores interessados em reabrir algumas dessas usinas paradas e também em expandir as demais, que, ao todo, são 35", lamenta.

"Entendemos as dificuldades financeiras do Estado, mas não é o etanol que vai resolver isso", enfatiza. Segundo ele, antes de onerar a cadeia produtiva, o governo deve considerar a força do setor, que gera 61 mil empregos no Estado.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Fazenda explicou que "as propostas têm como objetivo adequar a carga tributária do Estado, com base em estudos técnicos que apontaram os segmentos em que há necessidade de alteração das alíquotas e taxas cobradas atualmente."


Mais impostos

Carga


Em janeiro, entrou em vigor o aumento de ICMS para 150 itens em Minas. Segundo a Secretaria da Fazenda, o balanço de quanto a medida elevou a arrecadação ainda não está pronto.

Queila Ariadne
Fonte: Jornal O Tempo - Belo Horizonte/MG
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
17/02/17 - Cosan segue com visão positiva sobre preços de açúcar e etanol em 2017/18
  - Aliança: produção mundial de etanol deve atingir quase 100 bilhões de litros
  - Novos horizontes comerciais para o bagaço
  - China lidera exportação agrícola de Ribeirão Preto pelo segundo ano
  - Consumo de combustíveis no Brasil caiu 4,5% em 2016
  - Venda de combustíveis deve reagir em 2017 após duas quedas anuais, prevê ANP
  - Preços do açúcar voltam a cair nos mercados internacionais
  - ATR SP: Preços no acumulado sobem 0,87% em janeiro
  - Com preços mais altos, Petrobras perde mercado em combustíveis
  - Entidades do Conselho do Agro debatem comunicação do setor
  - Cana: Cofco Agri estima queda de 3% na safra no Centro-Sul
  - Goiás lança programa de estímulo à energia solar fotovoltaica
  - CEEE-D estima economia média de 5,1% da demanda com o horário de verão
  - ONS aumenta previsão de carga para o mês de fevereiro
  - 2017 será ano de inflexão para o Brasil e PIB vai voltar a crescer, diz Santander
16/02/17 - Vendas de combustíveis no Brasil caem 4,5% em 2016, aponta ANP
11/01/17 - Usina Coruripe quebra mais um recorde de segurança
19/12/16 - Usina Coruripe encerra moagem em MG com crescimento de 2,1%
26/10/16 - Usina Coruripe está entre as Melhores Empresas na Gestão de Pessoas do Brasil
25/10/16 - Usina Coruripe está entre as Melhores Empresas na Gestão de Pessoas do Brasil
20/10/16 - Boa notícia em Alagoas: Usina Guaxuma é arrendada pelo consórcio Coruripe e Granbio e voltará a moer
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
ICMS do álcool maior ameaça investimento de R$ 100 mi
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
Se não consegue ler a palavra, clique aqui.
Digite a palavra:
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/