Sexta-feira, 20 de outubro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Sem clima "perfeito", Brasil deve produzir até 6% menos grãos na safra 2017/18  

11/10/2017 - A produção de grãos e oleaginosas pelo Brasil na safra 2017/18 poderá cair até 6 por cento na comparação com a temporada 2016/17, quando o clima considerado praticamente "perfeito" permitiu uma colheita recorde.

Em seu primeiro levantamento sobre o ciclo 2017/18, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimou uma produção entre 224,17 milhões e 228,20 milhões de toneladas, recuo de 6 a 4,3 por cento ante as 238,50 milhões de toneladas de 2016/17.

"Condições climáticas altamente favoráveis contribuíram para a safra passada alcançar recorde histórico. Tais condições dificilmente se repetirão, por isso a expectativa de redução produtiva", destacou a Conab.

Em entrevista a jornalistas após a divulgação dos números, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, reconheceu que o clima já não se mostra favorável na atual fase de plantio.

"Estamos com alguns problemas principalmente no Centro-Oeste, onde as chuvas atrasaram de forma bastante significativa", comentou.

Até a semana passada, por exemplo, a semeadura de soja em Mato Grosso, maior produtor nacional da oleaginosa, estava 10 pontos percentuais abaixo do registrado um ano antes, refletindo a seca em setembro, segundo o monitoramento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Dessa forma, Conab estima uma queda de produtividade média de 4 por cento para as culturas de verão e de inverno, reduzindo o potencial de produção que a área plantada poderia trazer.

Segundo a companhia, a semeadura de grãos e oleaginosas tende a se manter estável, em 60,88 milhões de hectares, ou a aumentar em 1,8 por cento, para 62 milhões de hectares, graças ao maior plantio de algodão e, sobretudo, de soja.

"A produtividade deve sofrer redução para praticamente todas as culturas", disse a Conab.


Soja e milho


A Conab disse que soja e milho continuarão como as principais culturas do país, respondendo por cerca de 89 por cento do total a ser produzido no país em 2017/18.

A expectativa é de que a produção de soja alcance entre 106 milhões e 108 milhões de toneladas, queda de 7,1 por cento ou de 5,1 por cento em relação a 2016/17, quando o Brasil colheu um recorde de 114,07 milhões de toneladas.

A área plantada com a oleaginosa deve alcançar um novo recorde e deve variar de 34,46 milhões a 35,20 milhões de hectares, avanço de 1,6 ou de 3,8 por cento sobre 2016/17.

Quanto ao milho, a Conab prevê uma produção total (primeira e segunda safras) de 92,2 milhões a 93,60 milhões de toneladas, queda de 5,7 ou 4,3 por cento ante 2016/17.

No caso do milho primeira safra, colhido no verão, o intervalo de produção considerado pela Conab vai de 25 milhões a 26,4 milhões de toneladas, frente a 30,5 milhões no ciclo anterior.

Já o chamado milho "safrinha" tende a alcançar 67,2 milhões de toneladas, praticamente estável na comparação anual.

A área total com milho deve oscilar de 17 milhões a 17,25 milhões de hectares, recuo de 3,1 a 1,9 por cento.

Segundo a Conab, a semeadura de milho "verão" deve cair entre 10,1 e 6,1 por cento, atingindo de 4,93 milhões a 5,14 milhões de hectares, ao passo que o plantio de "safrinha" permaneceu em torno de 12,1 milhões de hectares.

10/10/17
José Roberto Gomes, Ana Mano e Jake Spring

Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
20/10/17 - ´Le Monde´: Setor agrícola, ou bancada ruralista, lidera economia brasileira
  - Dólar sobe e encosta em R$3,20 com cenário externo e expectativa de juro maior nos EUA
  - CBOT: Mercado de grãos deve abrir em alta atento a demanda
  - Agronegócio sustenta PIB brasileiro, mas setor gera menos postos de trabalho
  - IPCA-15 sinaliza normalização da inflação, dizem economistas
  - Safra de cana em 17/18 terá cenário de preços desafiadores
  - Restam 100 milhões de toneladas para processar
  - Soja/Agrural: Plantio de safra 2017/18 atinge 20% da área prevista no Brasil
  - Ceilândia ganha estação de metrô totalmente abastecida por energia solar
  - União Europeia insiste em negociação de livre comércio com Mercosul apesar de oposição da França
  - Energia pode seguir com custo extra maior em novembro se clima não ajudar, diz Aneel
19/10/17 - CBOT: Mercado de grãos tende a abrir em alta amparado pela demanda
  - Chuva para Mato Grosso
  - Falta de umidade no solo prejudica safra agrícola em MT
18/10/17 - Hidrovia Tiete-Paraná pode ter trafego suspenso
  - CBOT: Mercado de grãos é pressionado por safra dos EUA e deve abrir em queda
16/10/17 - Entrevista/Rabobank: Dívida do setor sucroenergético recua, mas segue heterogênea
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Sem clima "perfeito", Brasil deve produzir até 6% menos grãos na safra 2017/18
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
Se não consegue ler a palavra, clique aqui.
Digite a palavra:
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/