UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Combustíveis Fósseis Aumentar a letra    Diminuir a letra
Monteiro diz que informações financeiras da Petrobras são públicas  

13/06/2018 - O presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, disse hoje (12) que as informações financeiras da empresa são públicas e estão disponíveis na internet. A declaração foi dada após Monteiro ter sido questionado sobre os apelos de senadores para que a estatal abra suas planilhas e esclareça sua atual política de preços.

"Uma companhia de capital aberto, com ações negociadas aqui na B3 e na Bolsa de Nova Iorque não poderia ser diferente", afirmou Monteiro, em visita ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). O presidente da estatal não quis comentar a intenção de um grupo de senadores de instalar uma CPI para investigar a política preços da Petrobras.

Oficialmente, Ivan Monteiro esteve no Senado com o presidente da Casa para uma "visita de cortesia". Na saída do encontro, o presidente da Petrobras voltou a dizer que apoiará a consulta pública da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (ANP) sobre a periodicidade dos reajustes dos preços de combustíveis no Brasil. A partir dos resultados da consulta, ele acredita que a companhia vai avaliar se será necessária uma mudança na frequência dos reajustes realizados.
Audiência pública

Além da visita de Ivan Monteiro, o gerente-geral de marketing da Diretoria de Refino de Gás Natural da Petrobras, Flávio Tojal, participou hoje de uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos do Senado que debateu o preço dos combustíveis.

Aos senadores, Tojal disse que os preços praticados pela Petrobras e suas eventuais variações "possuem uma capacidade limitada de influenciar o preço final ao consumidor". Nesse sentido, ele ressaltou a alta carga tributária que incide sobre os combustíveis e afirmou que a estatal não controla preços de revenda e distribuição.

Para ele, o debate sobre o preço dos combustíveis com o governo federal precisa ter a participação de distribuidoras e revendedoras. O executivo lembrou aos senadores que, em julho do ano passado, somente a incidência de Pis/Cofins foi elevada em 86,1%, no caso de diesel e em 107,7% para a gasolina.

12/06/18
Karine Melo com edição de Sabrina Craide
Fonte: Agência Brasil
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
18/09/19 - Ibovespa recua na abertura em dia de expectativa para decisões de juros
  - Índices da Europa têm variações limitadas antes de decisão do Fed
  - IGP-M reduz queda a 0,28% na 2ª prévia de setembro
  - Dólar abre perto da estabilidade à espera do Fed e do Copom
  - IPC-Fipe sobe 0,13% na 2ª quadrissemana de setembro
17/09/19 - Petrobras descarta reajuste de preços dos combustíveis
  - Petrobras vai manter preço da gasolina até valor do petróleo se acomodar no mercado externo
  - Petrobras diz que monitora preço internacional do petróleo
16/09/19 - Petrobras diz que oferta de troca atraiu detentores de US$6,076 bi em títulos
12/09/19 - Petrobras reduz ganhos, mas não impede Ibovespa de fechar no azul
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Monteiro diz que informações financeiras da Petrobras são públicas
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: