UDOP - União Nacional da Bioenergia
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia
Energia | Espaço Datagro | Etanol | Fórum de Articulistas | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
China e EUA retomarão negociações comerciais de alto nível em outubro  

05/09/2019 - China e Estados Unidos concordaram nesta quinta-feira em realizar negociações comerciais de alto nível no início de outubro em Washington, em meio a temores de que uma crescente guerra comercial possa desencadear uma recessão econômica global.

As negociações foram acertadas em ligação telefônica entre o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, o representante de comércio dos EUA, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, informou o Ministério do Comércio da China em comunicado em seu site. O presidente do banco central da China, Yi Gang, também participou do telefonema.

"Ambos os lados concordaram que deveriam trabalhar juntos e adotar ações práticas para criar boas condições para discussões", afirmou o ministério.

"Os principais negociadores de ambos os lados tiveram uma conversa por telefone muito boa esta manhã (horário local)", disse o porta-voz do ministério Gao Feng em uma entrevista semanal. "Nós nos esforçaremos para alcançar um progresso substancial durante a 13ª rodada de negociações de alto nível China-EUA no início de outubro."

Gao também disse que Pequim se opõe a qualquer escalada na guerra comercial.

As equipes que tratam de temas comerciais dos dois países terão conversas em meados de setembro, antes das negociações de alto nível no próximo mês, disse o ministério.

Um porta-voz do Escritório do Representante de Comércio dos Estados Unidos confirmou que Lighthizer e Mnuchin conversaram com Liu e disseram que concordaram em manter negociações comerciais em nível ministerial em Washington "nas próximas semanas".

As notícias sobre as negociações em outubro impulsionaram a maioria dos mercados acionários asiáticos nesta quinta-feira, aumentando a esperança de que possam diminuir a guerra comercial EUA-China antes que inflija mais danos à economia global.

No domingo, Washington começou a impor tarifas de 15% sobre uma série de importações chinesas, enquanto a China começou a aplicar tarifas sobre o petróleo bruto dos EUA. A China disse na segunda-feira que apresentou uma queixa contra os Estados Unidos na Organização Mundial do Comércio (OMC).

Os Estados Unidos planejam aumentar as alíquotas para 30%, ante o nível de 25% já aplicado, sobre importações chinesas no valor de 250 bilhões de dólares a partir de 1º de outubro.

O presidente dos EUA, Donald Trump, havia alertado na terça-feira que seria mais duro com Pequim em um segundo mandato se as negociações comerciais persistissem, aumentando temores do mercado de que disputas entre os Estados Unidos e a China poderiam desencadear uma recessão nos EUA.

Os líderes chineses terão uma agenda lotada no próximo mês, preparando-se para as comemorações do Dia Nacional, agendadas para 1º de outubro.

Eles também realizarão uma importante reunião em outubro para discutir a melhoria da governança e o "aperfeiçoamento" do sistema socialista do país, informou a mídia estatal.

Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
20/09/19 - Exportação de grãos da Rússia deve superar 47 mi t em 2019/20, diz associação
  - Milho segue estável em Chicago nesta sexta-feira
  - Dólar ensaia estabilização depois de superar R$4,16 na véspera
  - Milho: Bolsa de Chicago abre a sexta-feira estável para os contratos futuros
  - Índices europeus avançam liderados por setores varejista e defensivo
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
China e EUA retomarão negociações comerciais de alto nível em outubro
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário: