Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Etanol reage forte por competitividade, consumo crescendo e usinas tirando mais açúcar
Publicado em 10/05/2021 às 08h00
Foto Notícia
Os negócios com o etanol hidratado abrirão com preços bem robustos nas distribuidoras nesta segunda (10), depois da forte expansão de 10,05% nas unidades produtoras na semana útil até sexta.

Também refletirá as seguidas altas diárias nas empresas localizadas em Paulínia durante esta semana, igualmente pela contagem do Cepea, e que Money Times chegar a antecipar.

Ainda prevaleceu a maior produção de açúcar pelas indústrias do Centro-Sul, enquanto nem todas as unidades estão operando a plena capacidade, e mesmo algumas nem abriram a safra 21/22.

Desse modo, com oferta menor, a competitividade diante da gasolina fica mais sólida, à base de R$ 1,80 a R$ 1,90 de diferença dos preços nas bombas.

O corte de 1,9% no combustível fóssil, promovido pela Petrobras (PETR4) nas refinarias, em 1º de maio, não arranhou, uma vez também que o consumo vai melhorando em todos os combustíveis com as novas fases menos rígidas de isolamento e circulação contra a pandemia.

Outro ponto a considerar é que as distribuidoras também se anteciparam, nas compras, diante da reação do petróleo, que passou dos US$ 68 o barril em Londres, e a possível alta que a gasolina poderá sofrer.
Giovanni Lorenzon
Fonte: Money Times
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas