Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Produtores de biodiesel temem que Sachsida tente antecipar importação
Publicado em 18/05/2022 às 08h21
Foto Notícia
Produtores de biodiesel já preveem que, uma vez esgotado o duelo com a Petrobras, o governo volte as baterias contra o setor e decida antecipar a abertura do mercado para biodiesel importado, o que está previsto para acontecer só no ano que vem. No mês passado, o Ministério da Economia foi vencido neste ponto no Conselho Nacional de Política Energética, mas a ida de Adolfo Sachsida para a pasta de Minas e Energia pode mudar o jogo. Na ocasião, deputados ligados ao agronegócio que fazem parte da base de apoio de Jair Bolsonaro convenceram Bento Albuquerque de que a mudança não ajudaria a baixar os preços e afetaria a cadeia da soja. "O setor está em pânico", disse um deputado, que já recebeu telefonemas de empresários.

AÇÃO. Empresários também rejeitam a ideia de baixar a fração de biodiesel no diesel, hoje em 10%. A Economia chegou a fazer estudos para reduzi-la a 6%. Não avançou devido ao lobby do agronegócio, que é eleitor de Bolsonaro. Dessa vez, deputados dizem que o presidente quer mesmo é baixar o preço do diesel, e outras pautas do setor, como a ampliação do Plano Safra, podem ter preferência.
Fonte: O Estado de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas